Odontologia e Saúde Bucal - Valéria Kruchelski Huk

O que é tratamento de canal?

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

O tratamento de canal pode ser definido, de maneira simplificada, como a retirada da polpa do dente que foi danificada, infeccionada ou morta. O canal está localizado na raiz do dente, e dentro dele encontramos o tecido que chamamos de polpa. A polpa, por sua vez, é um tecido aonde se localizam estruturas como: vasos sanguíneos e nervos, ela é a responsável pela sensibilidade (vida) do dente.

Em condições normais, ou seja, quando temos um dente saudável dizemos que a polpa está viva, ou seja, não existe nenhum fator que esteja prejudicando o seu funcionamento. Por outro lado, algumas situações podem danificar esse tecido trazendo a necessidade de realizar o tratamento de canal, como por exemplo: fratura de dentes, cáries profundas, restaurações que falharam, etc..

É importante saber que um dente com tratamento de canal continuará desempenhando as suas funções. Porém, a ausência da polpa no interior da raiz do dente pode torna-lo enfraquecido aumentando as chances de fratura (quebra) do dente. Portanto, manter uma correta e adequada higiene é fundamental para saúde bucal e longevidade dos dentes.

O diagnóstico da necessidade de realização de um tratamento de canal é feito pelo dentista. Através do exame bucal e das radiografias ele saberá indicar se é preciso ou não realizar este tratamento. No entanto, existem dentistas especializados em realizar tratamento de canal, que são chamados de endodontistas

Para finalizar irei responder a pergunta mais famosa quando o assunto é tratamento de canal “o dente sempre escurece?”. A resposta para essa pergunta é: não. Atualmente com o avanço nas tecnologias, a qualidade das restaurações melhoraram muito e a expectativa é que cada vez mais a estética seja mantida.

Espero, de maneira breve, ter informado um pouquinho a respeito desse tema tão popular. Um outubro Rosa a todos vocês!

Últimos posts por Valéria Kruchelski Huk (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Restauração em amálgama: você com certeza conhece
A polêmica da Cúrcuma
A importância do aleitamento materno