Quem nunca dormiu sem encontrar a solução para determinado problema. Por mais que você seja competente e ame o que faça, pode passar por momentos ruins em sua vida. Quando isso acontece, a tendência é de noite mal dormida. A manhã do dia seguinte também é difícil. O despertador toca, você vira de um lado para o outro sem vontade de encarar o dia, com um pouco de medo de enfrentar o seu problema adormecido. Tenta voltar a dormir, mas seus pensamentos não o deixam descansar.

Não há outra alternativa, senão levantar, tomar um bom banho e experimentar um café mais forte. Depois, encarar a rotina.

Se o seu dia continuar difícil, uma alternativa é baixar a barra, diminuir a altura do obstáculo. Faça aquilo que for possível. Foque nas tarefas mais simples. Depois, aos poucos, você vai conseguir recuperar o seu ritmo e encontrar alternativas em seu caminho e estará pronto para desafios maiores.

O importante é não parar, não desistir. Se o fizer, provavelmente você abrirá caminho para a ansiedade e talvez até para um processo depressivo. Portanto, faça sempre alguma coisa, dê alguns passos, mesmo que não sejam os mais significativos de sua vida.

Por exemplo, muitas vezes tudo o que você precisa ter durante um dia de trabalho são dois ou três momentos de concentração e explosão, com duração de uns cinquenta minutos. Se o fizer, já terá algum sucesso.

Outra coisa boa a se fazer é focar nos aspectos positivos do seu trabalho, das coisas boas que você e sua equipe já conseguiram fazer em outros momentos. Isto vai deixar claro que é só um momento ruim e que, com certeza vai passar. Tendemos a esquecer as coisas positivas e de agradecer o que de bom já foi feito e conquistado.

Durante estes dias ruins, tome cuidado para que aspectos negativos não modifiquem muito o seu humor e com isso afetem outras pessoas. Palavras mal usadas podem causar desgastes muitas vezes duradouros

O mais importante: não se acostume com dias ruins. Aprenda com eles e torne mais fácil encarar os seus problemas.

Ao final de dias ruins, sempre que possível, faça coisas que você gosta de fazer e depois tente descansar.

O melhor de tudo que que no dia seguinte o sol vai nascer novamente e você terá a chance de recomeçar, de fazer melhor, afinal os bons dias podem nos trazer felicidade, mas os maus nos dão experiência, nos fazem mais fortes. Ambos são parte e essenciais na vida profissional ou pessoal.

Adnelson Borges de Campos
Últimos posts por Adnelson Borges de Campos (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Algoritmo
Como encarar o fim de uma vida
Quando mudamos, temos que mudar para melhor