Administração e Negócios

O.S.M.: Organização, Sistemas e Métodos

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Hoje abordarei sobre uma área da administração de grande importância e que também baliza inúmeros trabalhos de conclusão de curso, a OSM, tema sugerido pelo nosso caro leitor Evandro Soares que recentemente realizou seu TCC nessa área.

OSM é uma área que surgiu com a evolução da administração. Durante os primeiros contatos com a ciência administrativa, as empresas operavam de maneira simples. Entretanto, por ocasião da revolução industrial e pelas contribuições de importantes estudiosos que estabeleceram princípios racionais que resultaram na elevação e expansão da produtividade, aumentou também o grau de complexidade das empresas que passaram a ser estudadas de maneira sistêmica, isto é, as empresas foram vistas como sistemas complexos abertos, por terem interação e receberem influência do seu meio externo. Aqui surgiu a necessidade de atividades que fossem voltadas para a organização das técnicas e processos empresariais, com o objetivo de criar organizações consistentes e em funcionamento harmônico. Esses fatos nortearam o surgimento de uma nova área de especialização chamada O&M (Organização e Métodos).

Nela atuava o profissional chamado analista de O&M, e seu objetivo era entender, levantar, analisar, desenvolver e implementar novos métodos de administração e de trabalho.

Embora esse profissional fosse considerado especialista da área, quando se tratava de informática, seu conhecimento era limitado. E o surgimento de sistemas de informação trouxe para as empresas vários profissionais da informática, porém com pouco entendimento sobre administração. Então essas duas áreas passaram a atuar de maneira interdependente, até que ao final dos anos 80 já estavam bem integradas, podendo se falar em Organização, Sistemas e Métodos.

Desde então, os trabalhos desenvolvidos em OSM com o emprego de técnicas científicas, procuram proporcionar a melhor produtividade possível dos recursos disponíveis.

No contexto, a organização é a ordenação e agrupamento de atividades e recursos, visando o alcance dos objetivos e resultados estabelecidos. O sistema, é o conjunto de atividades interligadas com relação direta, de modo a possibilitar que determinados objetivos sejam alcançados. E o método, é o caminho ordenado e sistemático para se chegar a um fim.

Existem vários instrumentos capazes de contribuir para o emprego de métodos ordenados e sistémicos, como quadro de distribuição de trabalho, formulários, fluxogramas, procedimentos, distribuição e layout, manuais de organização, padronização e indicadores, que além de permitirem controle e monitoramento, facilitam a realização de diagnósticos, desenho ou redesenho de processos.

Alguns autores utilizam a sigla O.S.I.M. pois consideram importante o fato da informação estar presente nas atividades. Mas independente disso, trata-se de uma área que além de definir objetivos, é capaz de direcionar de maneira racional e sistêmica o melhor caminho para atingi-los, e visa também o processo de melhoria contínua da organização como um todo.

Nos encontramos na próxima edição! Bons Negócios.

Últimos posts por Eleandro Soares (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Administração é uma ciência, mas é também uma arte
Administração Financeira
Eficiência e eficácia, qual a diferença?