Histórias de Terra e Céu

O Senhor dos Anéis é o deus do tempo!

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

No último final de semana fizemos uma observação do céu com os amigos Anderson e Magda Tosetto. Olhamos as crateras da Lua, o gigante Júpiter com seus satélites e suas manchas e um belo aglomerado estelar. Quando a noite começava a avançar, virei o telescópio para um ponto brilhante na constelação do Escorpião. E o astro que apareceu na ocular fez todos soltarem o tradicional: “Noooossa!!!”. Ver a beleza de Saturno é uma experiência inesquecível. E a boa notícia é que o “Senhor dos Anéis” está no melhor momento de observação, facilitando em muito a vida dos astrônomos.

Na mitologia greco-romana, Saturno era o deus do tempo, mas o mais interessante é que praticamente todas as culturas associavam este planeta a uma divindade que regia o passar das eras. Assim, ele era Cronos para os gregos, Nisroch para os Assírios (em ambos os casos o significado é “deus do tempo”) e Tien-Sing na China (que significa “o planeta eterno”). Se ainda hoje usamos palavras como “cronômetro”, “cronologia” e “cronograma” para falar de tempo, devemos este “crono” ao nome grego de Saturno (Cronos).

O “deus do tempo” leva 29 anos para dar uma volta completa em torno do Sol, mas seu dia tem apenas 10 horas e 40 minutos. Ele é um planeta gasoso, com temperatura de –180°C. Sua atmosfera não tem características tão coloridas como a de Júpiter, mas mesmo assim Saturno se destaca dos demais planetas por possuir um sistema de anéis visível ao telescópio. Esses anéis são compostos por minúsculas partículas de gelo e poeira. Dois destes anéis são separados por uma órbita vazia, a Divisão Cassini (descoberta por Giovanni Cassini, em 1675).

Com um telescópio médio, além dos belos anéis, você será capaz de enxergar algumas luas de Saturno, como Titã, Rhea, Dione e Tethys, as maiores entre as mais de 60 luas que o “deus do tempo” possui. A primeira lua citada, Titã, tem sido alvo dos olhares de muitos cientistas, pois é considerada um dos locais mais propícios para replicar o tipo de vida existente na Terra.

Se nós vemos Saturno como um pequeno ponto brilhante, semelhante à maioria das estrelas, isso se deve à distância. Ele está a 1,4 bilhões de quilômetros do Sol. O astro é na realidade o segundo maior planeta do Sistema Solar (perdendo apenas para Júpiter) e tem 95 vezes a massa da Terra.

Pelos próximos meses Saturno vai enfeitar o nosso céu ao anoitecer. No dia 01 de junho ele terá um belo encontro com a Lua, que voltará a se repetir no dia 28 de junho. A proximidade com a Lua nestas datas pode servir de referência para quem não conhece o astro, encontrá-lo no céu. Não perca esta oportunidade de admirar o Senhor dos Anéis. Como falei, é uma experiência para a vida toda!

Até a próxima semana e céus limpos para todos nós!

Gerson Cesar Souza
Últimos posts por Gerson Cesar Souza (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
O mês da Lua!
O Nono Planeta
O farmacêutico de São Mateus do Sul que era dono de Chicago