Prismas

O trabalho não é bom se não está concluído

(Imagem Ilustrativa)

Há alguns dias, assistindo a uma série na televisão ouvi a fala de uma das personagens, que representava um imperador de uma terra distante. Vivia-se a Idade Média. Depois de receber um elogio por algumas de suas conquistas ele afirmou que um trabalho não é bom se não está completo.

Quem já não ouviu frases do tipo: “estamos buscando alternativas para resolver a situação”; “no próximo ano estamos pensando em investir em programas de melhoria”; “Estamos buscando alternativas para resolver a situação”; “Estamos trabalhando para melhor atende-lo”; “O Presidente está elaborando uma proposta para ser apresentada ao Congresso”; “Nós estamos cumprindo o nosso programa”.

O gerúndio, usado nas frase acima, indica ações em andamento, portanto algo ainda não acabado. Se ainda é só um pensamento, se está em planejamento, nada mais é que uma boa intenção ou, em alguns casos uma boa desculpa para que um trabalho ainda não tenha se iniciado.

Se só iniciou, é um pouco melhor, mas não garante resultado, não motiva. Assim, tão importante quanto fazer acontecer, é demonstrar o que já foi feito e que se está no caminho certo. Valorize as suas conquistas. No seu planejamento inclua marcos referenciais, depois sinalize quando já os atingiu ou superou. Isto não só motivará quem trabalha com você como permitirá maior apoio de quem financia ou requisitou os seus serviços, ou ainda quem torce por você.

Fora do âmbito organizacional, na sua vida pessoal, marcar as conquistas lhe permitirá mais ânimo e fôlego em sua jornada.

Que tal trocar os exemplos de frases que apresentei no início do texto pelas seguintes? “Temos algumas alternativas para resolver a situação, porém estamos abertos para discutir novas possibilidades. Dentre as alternativas identificadas, temos… ”; “No próximo anos temos a possibilidade de investir x dinheiros em programas de melhoria, que somados aos recursos existentes nos permitirão…”; “Para melhor atende-lo já implantamos…, queremos melhorar ainda mais! ”; “A proposta elaborada pelo Presidente prevê…e que poderá ser melhorada pelo Congresso”; “Já cumprimos tais e tais fases de nosso programa. O trabalho continuará com….”.

Então, com qual grupo de frases você se sentiria mais seguro, mais satisfeito?

A maior dificuldade das pessoas e das organizações está em concluir os projetos iniciados, em conquistar resultados com os recursos e tempo investidos. Precisamos de iniciativas, mas as acabativas, segundo o brasileiro Stephen Kanitz, são ainda mais importantes. Caso contrário, pode nos sobrar apenas perda de tempo e frustração.

Lembre-se: O trabalho não é bom se não está concluído.

Nascido em São Paulo (SP), são-mateuense de coração, casado com Denise, pai de Lucas, Vinícius e Helena. Administrador, especialista em gestão empresarial pela ESAG/UDESC e especialista em Gestão e Auditoria Ambiental pela FUNIBER. Trabalha na Petrobras desde 1986, onde exerceu, desde 1987, funções gerenciais em mais de nove áreas especializadas. Atualmente é gerente de manutenção da Unidade de Industrialização do Xisto em São Mateus do Sul (PR). Contista desde 2012, com diversos textos publicados em meio impresso e digital. Autor de Histórias que as estrelas contam – um pouco de astronomia para adolescentes. www.adnelsoncampos.com.br - adnelsoncampos@gmail.com.

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Desperdício
Ninguém chuta cachorro morto!
Saudosismo

Os comentários estão fechados