Histórias de Terra e Céu

O valor de uma sogra…

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Na última semana muita gente que conheço fez suas apostas na Mega-Sena, esperando que a sorte fizesse “cair do céu” uma quantia de dinheiro que pudesse dar uma força nestes tempos difíceis. Mas se este dinheiro não despencou por aqui, saibam que ele acabou “chovendo” em uma cidade da Turquia. Embarque comigo nesta história!

Sariçiçek é um pequeno povoado no leste da Turquia. Situado numa área rural e com apenas três mil e duzentos moradores, bem que poderia ser comparado a alguma comunidade da nossa São Mateus. Mas há algumas semanas a monotonia destes moradores foi quebrada por um evento celeste. Uma bola de fogo rasgou o céu da comunidade, explodindo e se dividindo em milhares de pequenos pedaços.

Os agricultores começaram a andar por seus campos, colhendo as pedras pretas que haviam saído daquele corpo celeste. Alguns guardaram os pedregulhos, mas muitos enterraram ou até jogaram fora. Passados uns dias, apareceu no vilarejo um cientista de uma Universidade do centro do país. E o cientista explicou aos moradores que aquelas pedras se tratavam de pedaços de um meteorito que havia explodido após entrar em nosso planeta. Explicou também que qualquer “farelo” daquele objeto poderia ser vendido por mais de duzentos reais, e pedras grandes valeriam centenas de milhares de reais.

Após a explanação do acadêmico, o vilarejo enlouqueceu. Quase todos os moradores largaram as roças e passaram dias catando cada pedrinha preta encontrada. Falei “quase todos”, porque um morador, chamado Hassan Beldek (que aparece na foto que ilustra este artigo), não quis deixar seu trabalho no campo para procurar os meteoritos. Mas o pobre Hassan pagou seus pecados, porque sua sogra passou a atormentá-lo noite e dia, dizendo que ele estava perdendo a chance de ficar rico.

O agricultor disse que por “não aguentar mais a sogra” resolveu sair caminhando e, por cerca de três horas, vagou pelos campos de Sariçiçek, até que encontrou um grande pedregulho. A rocha pesava 1,5 kg valendo cerca de quinhentos mil reais. Mas o pior foi ter que aguentar a sogra afirmando que ela estava certa desde o início e que ele não teria conseguido este valor se não fosse a insistência dela…

Essa história engraçada não é única. Casos de comunidades enriquecendo com quedas de meteoros já ocorreram em outros países. O pessoal de Sariçiçek já faturou mais de R$ 1 milhão de reais com este evento celeste. Em nossa São Mateus, que tem uma extensa área de campo, certamente devem ter alguns meteoritos “atrapalhando” a atividade rural, pedregulhos pesados que são encontrados ao lavrar a terra, e geralmente jogados fora. Se você mora num destes locais (e não tem uma sogra tão chata quanto o tal Hassan), fique atento, pois a “Mega-Sena” pode estar enterrada em seu quintal!

Até a próxima semana e céus limpos para todos nós!

Gerson Cesar Souza
Últimos posts por Gerson Cesar Souza (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Um rosto para uma rua da cidade
Viajando por Buracos de Minhoca
A primeira vez que um Governador visitou São Mateus do Sul