Policial

OAB fala sobre advogado indiciado por atos libidinosos

Laury Angelo Fagundes, presidente da subseção da OAB de União da Vitória. (Foto: Jair Nunes).

Laury Angelo Fagundes, presidente da subseção da OAB de União da Vitória. (Foto: Jair Nunes).

O caso do advogado suspeito de pedofilia ganhou contornos oficiais na tarde de terça-feira (09), em União da Vitória, quando a audiência de custódia determinou que o mesmo fosse solto. Segundo as informações ele vai responder em liberdade. Segundo a OAB de União da Vitória, o juiz entendeu que o suspeito não pode mais atrapalhar as investigações, já que a polícia tem elementos suficientes para o indiciamento.

O nome do advogado não pode ser divulgado. Conforme o presidente da OAB local,  Laury Angelo Fagundes, ficou determinado que o inquérito que está sendo aberto corra em segredo de justiça. Quando a repercussão nas redes sociais, Laury disse que as pessoas que divulgaram as imagens ou as que compartilharam podem ter problemas com a justiça. “Funciona assim, não pode haver pré julgamento. O suspeito foi preso em flagrante e vai responder por seus delitos”, disse.

Quanto ao posicionamento da OAB, o presidente afirmou que vai esperar um posicionamento da OAB do Paraná. “Por enquanto não vamos abrir nenhum procedimento”. Laury confirmou que o advogado exercia função de Conselheiro de ética da OAB de União da Vitória e atua como juiz leigo há cerca de sete anos. “Acredito que ele vai pedir afastamento das funções para preservar a ordem, o Poder Judiciário, até para poder se concentrar em sua defesa”, argumentou.

A polícia está instaurando inquérito policial. O advogado poderá ser indiciado por ato libidinoso. A polícia fez uma varredura no escritório do suspeitos e um computador foi levado para a perícia.

O caso

Um advogado de União da Vitória foi preso em flagrante pela Polícia quando tentava se encontrar com um garoto nas proximidades do antigo Shopping Center Vale das Cachoeiras, no centro da cidade. A prisão aconteceu no final da tarde de segunda-feira (08), por volta de 17h30. De acordo com as informações da Polícia Civil, o advogado, que não teve o nome liberado para não atrapalhar as investigações, teria supostamente marcado um encontro com um adolescente de 14 anos no local da prisão. A mãe do garoto desconfiou, seguiu o menino e chamou a Polícia. O suspeito negou todos os fatos.

Apesar da negativa do autor, ele foi preso em flagrante e levado para a Delegacia de Polícia de União da Vitória. As investigações estão sendo chefiadas pela delegada Sandra Maria Vasconcelos. A Polícia também apreendeu um computador que pertence ao suspeito, que foi levado para a perícia.

Apesar de a identidade do suspeito ser conhecida, a Polícia pediu sigilo até a divulgação do resultado da perícia efetuada no computador do suspeito. A intenção é saber se outras crianças teriam tido contato ou marcado encontro com o advogado. Nas redes sociais o caso, assim como a identidade do advogado, já foi divulgado.

Com informações do Portal VVALE

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Dois jovens de São Mateus do Sul são presos em Palmeira por tráfico de drogas
Carreta tomba no trevo de acesso a São Mateus do Sul e dificulta trânsito na BR-476
Defesa Civil atende ocorrências após vendaval e forte chuva em São Mateus do Sul