(Imagem Ilustrativa)

Estamos tão concentrados em olhar para baixo, que esquecemos de ver quem está do nosso lado. Percebi isso em uma visita na casa de alguns conhecidos, quando cheguei e 90% das pessoas estavam concentradas na tela do celular embaixo dos seus olhos. Os 10% eram os meus avós, que não possuem – e nem querem – ter esse contato com a tecnologia. Sabe quando você para e vem aquele choque de realidade? Foi isso que aconteceu. Melhor do que explicar por palavras o que senti vendo essa cena, é te desafiar a olhar um pouco para o lado quando você estiver reunido em família. Olhe e perceba a feição das pessoas mais velhas enquanto você está mexendo no celular.

No aparelho tecnológico todo mundo tem a sua vida “particular”. Cada um tem sua lista de conversa, redes sociais para serem atualizadas e grupos pelo WhatsApp com mensagens chegando a todo momento. Já meu avós dominam aquela vida tradicional de contar as particularidades que aconteceram no dia anterior enquanto dividem uma cuia de chimarrão antes do almoço, e se sentem completamente perdidos quando concorrem com um celular.

Li um artigo há alguns dias e o tema era a “vida antes da internet”, em meados dos anos 90. Aposto que ninguém imaginaria o rumo que a vida coletiva tomaria com essas tecnologias na atualidade. Antes, tomar um café na casa de um amigo precisava estar na listagem de coisas para fazer na semana. Hoje, ficamos apenas naquela mesmice de enviar mensagem para um amigo falando “nossa, precisamos marcar de sair algum dia mesmo”, e desculpa vai, desculpa vem, isso acaba não acontecendo. Sei que cada um tem a sua vida particular e afazeres diários, mas espero que entenda que o tempo está passando e às vezes você está deixando de viver com quem está do seu lado! Olhe para eles.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Potencialidade turística
Chegou a hora de dizer adeus Gazeta
MEMES, MEMES E MEMES