Os Caminhos do Desenvolvimento

Os 7 Pilares do Desenvolvimento

“Coluna sem ornamentos que constitui elemento vertical da estrutura de uma construção”. Essa é a definição de um pilar, aquilo que dá sustentação e base predial, sem o qual não há forma de se iniciar ou seguir qualquer construção. Nenhuma outra relação seria mais apropriada também para definir as condições necessárias para sustentar o desenvolvimento de uma cidade. E responder a determinadas perguntas pode nos levar a diagnosticar quais seriam esses pilares. Quais são os fatores mais importantes para o desenvolvimento do ambiente empreendedor em nossa cidade? Em que áreas gestores públicos e organizações de fomento deveriam focar esforços para impulsionar o crescimento das empresas? O que fazer para que empreendedores escolham São Mateus do Sul como a cidade com melhores condições para o seu negócio?

Perguntas como essas foram pensadas pelo Índice de Cidades Empreendedoras (ICE) lançado pela Endeavor Brasil, com o intuito de fazer uma verdadeira radiografia sobre o potencial do ambiente empreendedor das cidades brasileiras. O objetivo do estudo é “aprimorar o debate sobre o fomento ao empreendedorismo no Brasil”, afirma Juliano Seabra, diretor geral da Endeavor. O índice é baseado em metodologias internacionais e analisou mais de 50 indicadores, definindo 7 pilares: Cultura Empreendedora, Ambiente Regulatório, Acesso a Capital, Mercado, Inovação, Infraestrutura e Capital Humano. Esses pilares estão norteando os trabalhos do NDE – Núcleo de Desenvolvimento e Empreendedorismo – em nosso município e acabam por facilitar em quais ações o Núcleo precisa atuar. O pilar da Cultura Empreendedora parece ser ainda o primeiro alicerce a ser construído, porque se houver o sentimento de necessidade da valorização empreendedora em todos os agentes da sociedade, será mais fácil o empenho de todos ao trabalho de fortalecimento dos demais pilares.

Antes mesmo de focar os trabalhos nesse sentido, o NDE realizou ações no município em 2016 e acertou o rumo mesmo sem perceber. Um belo exemplo foi a realização do Encontro Candidato Empreendedor em setembro, o qual reuniu os quatro candidatos ao Executivo Municipal e pôde promover a importância da cultura empreendedora para a cidade no evento. Com o apoio do SEBRAE, CDL, ACIASMS e Sala do Empreendedor, o NDE apresentou seus objetivos para contribuir com o desenvolvimento local em parceria com o setor público, na tentativa de conscientizar candidatos e suas equipes de que este deve ser o caminho para a resolução de muitas das mazelas do município. O resultado foi o comprometimento de todos os candidatos com o NDE e de também, do agora eleito Prefeito Luiz Adyr Gonçalves Pereira, do qual percebe-se um alinhamento com os objetivos do Núcleo, ou seja, com o fortalecimento do ambiente de negócios local.

Em outubro, aconteceu o Mês do Empreendedor que colocou em prática uma programação extensa durante todo o mês, reunindo os mais diversos agentes numa bela parceria que também promoveu o pilar da Cultura Empreendedora. O envolvimento dos mais diferentes públicos deu ao Mês um alcance ao tema do empreendedorismo nunca visto em São Mateus do Sul e os seus resultados já podem ser sentidos: maior compromisso dos envolvidos com o assunto, troca de experiências para novas oportunidades de negócio, facilitação de acesso a fontes de capital, promoção do conhecimento, conexão de ideias entre os agentes de desenvolvimento e constatação da UNICENTRO – Universidade Estadual do Centro Oeste – de um forte potencial local para um polo tecnológico.

Ingrid Ulbrich
Últimos posts por Ingrid Ulbrich (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Um milagre brasileiro
O chimarrão nosso de cada dia
A vitalidade do capitalismo