(Imagens Ilustrativas)

Chegou o friozinho de abril que deixa as manhãs mais frias e os fins de tarde de céu bonito. No início do mês, começou a temporada do pinhão, de ficar perto do fogão à lenha, tomando chimarrão, contando histórias e aproveitando a pausa para comer o pinhão tostado na chapa, cozido, assado, ou até sapecado: um sabor diferente para cada preparação dessa semente que dá vida à arvore que é símbolo do estado do Paraná.

A cata do pinhão é feita a mão, e divide espaço com as gralhas azuis, já em risco de extinção, e pequenos roedores terrestres que se alimentam das sementes e semeiam novas mudas do pinheiro do Paraná, dando continuidade ao ciclo reprodutivo das araucárias.

E quando as pinhais tiverem caído e o entardecer chegar gelado, aproveita que o frio pede comida quentinha e experimenta esse Creme de Pinhão que parece mentira de tão bom!

Creme aveludado de pinhão

1kg de pinhão cozido e processado (peso
já sem a casca)
80g manteiga
2 cebolas picadas fininho
5 dentes de alho picadinhos
1/2 cenoura picada fininho
1 talo de aipo cortado em cubinhos
250ml de água quente
300g de creme de leite fresco ou nata.
Quanto Baste de Sal
Q.B. de pimenta do reino moída fresca
Q.B. de noz moscada ralada fresca.
Q.B. de Salsinha fresca picada

Faça Assim:

O pinhão também pode ser triturado no liquidificador! Reserve 4 ou 5 inteiros para decorar o prato no final.

Refogue em 30g (2 colheres de sopa) de manteiga, a cebola picada, depois o alho e então o aipo.

Adicione as cenouras picadas bem pequeno e refogue. Acrescente a ˜farofa˜ de pinhão triturado, e mexa para envolver nos temperos. Cozinhe por 5 minutos, mexendo para não queimar.

Acrescente água aos poucos e continue mexendo para homogeneizar o creme, tempere com pimenta e noz moscada à gosto, adicione o creme de leite fresco ou a nata, mexa, também o restante da manteiga para dar brilho, textura e sabor. Prove e corrija o sal e os temperos, finalize com salsinha picada.

Para decorar: Lamine 2 pinhões em pequenas lascas e salteie junto do restante ainda inteiros, em um pouco de manteiga. Coloque os pinhões por cima do creme e regue com um fio da manteiga derretida por cima. Enfeite com uma folha de salsinha fresca ou flor comestível.

Opção dois: Sirva com linguiça defumada moída e refogada ou carne seca desfiada, cozida e refogada.

Esse prato que pode ser servido tanto como entrada, quanto prato principal, e pode ser consumido acompanhado de pães frescos ou tostados e até vegetais.

Bom apetite!

Lincoln Molinari
Últimos posts por Lincoln Molinari (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Sopa não é janta!
O Pão
“Tomo guaraná, suco de caju, goiabada para sobremesa…”