Cidade

Padre Silvano Surmacz despede-se da paróquia São Mateus

Depois de nove anos e três meses à frente da paróquia São Mateus, como pároco, é hora da despedida do padre Silvano Surmacz, uma das figuras mais populares e adoradas de São Mateus do Sul. “São sentimentos misturados. Sentimentos de alegria, porque o meu dever foi cumprido. Mas ao mesmo tempo, de tristeza, pois fiz muitos amigos, não só na comunidade de São Mateus do Sul, mas nas paróquias vizinhas”, comenta padre Silvano.

A pedido do bispo diocesano Dom Agenor Girardi, logo após a páscoa, padre Silvano, partirá para União da Vitória, onde assume a Catedral Sagrado Coração de Jesus. “É um desafio diferente. Vou com toda coragem e muita alegria. Estarei à disposição daquilo que for necessário para fazer um bom trabalho pastoral, frente à Catedral”, destaca. A missa de posse, foi realizada nesta quarta-feira (23), às 19h, na Catedral.

O carisma, a espiritualidade e a humildade são algumas das qualidades do padre Silvano, que o ajudaram a conquistar o coração da comunidade. Além de ser bastante conhecido, para muitas pessoas, ele é um homem especial que vai deixar boas lembranças e muitas saudades. “Quem conhece o padre Silvano sabe que ele é uma pessoa que gosta de festa, de alegria, valoriza muito estar próximo das pessoas e cultivar amizades”, relata o padre José Levi Godoy.

“O Silvano não é somente um padre. Ele é um líder, amigo e um grande companheiro para qualquer hora. Deixo aqui um grande abraço pra ele e desejo muitas felicidades”, diz o empresário Júnior Cordeiro.

“Trabalhei com o padre Silvano desde que ele chegou na paróquia São Mateus. Durante todos esses anos, fomos muitos amigos. Ele não é apenas um padre, é uma pessoa que considero como fosse da minha família. Ele vai deixar muitas saudades”, comenta emocionada a secretária da paróquia, Nelsi Santana Owsiany.

“Eu não sei, se nosso sentimento, é de alegria, ou de muita tristeza. Seria muito egoísmo da nossa parte, ter uma pessoa tão especial, como sacerdote e ser humano, só para nós, aqui em São Mateus do Sul. Então, desejo que União da Vitória acolha muito bem o padre Silvano, porque eles estão recebendo um presente muito especial”, fala a empresária Alice Langer.

Silvano nasceu em 19 de abril de 1966, em Rio Azul, onde estudou até o 2º grau, entrou para o Seminário Diocesano Nossa senhora Rainha das Missões de União da Vitória em fevereiro de 1984, como primeiro seminarista do recém inaugurado seminário. Cursou ali filosofia e teologia, e no dia 08 de dezembro de 1990 foi ordenado presbítero (padre) pelo Bispo Dom Walter.

Logo em seguida assumiu a Paróquia de Porto Vitória (PR), depois em fevereiro de 1998, Antonio Olinto. De 2000 a 2002 fez mestrado em filosofia em Roma, retornando a Antonio Olinto. Dia 31 de dezembro de 2006 assumiu a Paróquia São Mateus, em São Mateus do Sul.

“Minha vocação nasceu quando tinha uns oito anos de idade. De família católica queria ser um padre diferente, não tão sério ou carrancudo, mais amigo das pessoas, mais alegre. Logo em seguida quis ingressar no seminário mas não fui aceito devido à pouca idade. Quando fui aceito fiquei muito feliz. O dia da minha ordenação foi especial. Um sábado ensolarado e muito abençoado. Eu fui o primeiro padre formado no Seminário Diocesano de União da Vitória. Enfrentei dificuldades, tristezas, falhas, pois a gente é um ser humano como todos. Mas sou muito feliz, especialmente porque sempre trabalhei em paróquia de gente feliz”, relata padre Silvano.

25 anos de sacerdócio

Dia 08 de dezembro de 2015, durante a Missa das 19h30, na Igreja Matriz São Mateus, Silvano celebrou seu Jubileu de Prata, ou seja, 25 anos de sacerdócio. O clima de festa e de alegria era evidente no rosto e nas conversas entre os presentes. Dois Bispos, 47 padres e alguns diáconos permanentes e muitos amigos se fizeram presentes. “Tive que limitar os convites, pois o espaço para a festa era limitado. Queria ter todos os amigos, colaboradores e conhecidos, mas sei que eles entenderam. A amizade verdadeira compreende tudo”, destaca.

“Celebrar os 25 anos, além de, claro, de ser um dia de alegria, também foi um dia para repensar o futuro e ver como vale a pena a gente se dedicar pela causa do reino, pela causa de Deus e pela causa da igreja. Além de ser muito gratificante, também faz com que eu me realize pessoalmente. Gostaria de deixar uma mensagem de gratidão. Que todos vocês que estão lendo esta reportagem, possam ter a saúde de corpo e alma. Independente do seu credo, busque a Deus e pratique o bem, pois quando se faz o bem, a primeira pessoa que ganha é aquela que pratica. Um forte e grande abraço, e que Deus ilumine todos”, finaliza.

Paróquia São Mateus tem novo pároco, que retorna à cidade

Foto: Pe. João/Arquivo Pessoal

Foto: Pe. João/Arquivo Pessoal

Padre João Ari Schulz, que era pároco na paróquia Santa Bárbara, em Bituruna, retorna à cidade de São Mateus do Sul assumindo agora como pároco da paróquia São Mateus, onde já atuou como vigário paroquial com o próprio padre Silvano Surmacz até 2011, e onde iniciou seu ministério como diácono, em agosto de 2008.

Padre João Ari nasceu e se criou no Rio Grande do Sul. Pela proximidade com alguns padres poloneses da Congregação Sociedade de Cristo para os Imigrantes Poloneses no Brasil, conheceu a Diocese de União da Vitória, na qual decidiu ingressar e ser padre diocesano.

Depois de ter passado pelo seminário carmelita, em Passo Fundo – RS, cursar a Filosofia em Curitiba e iniciar a Teologia em Porto Alegre, veio então terminar seus estudos teológicos no Seminário Diocesano Rainha das Missões, em União da Vitória.

Filho de Pedro (In memoriam) e Ana, padre João Ari foi ordenado sacerdote no dia 21 de fevereiro de 2009, na Paróquia Santa Tereza D’Avila, em Guarani das Missões – RS, por Dom João Bosco, na época, bispo diocesano de União da Vitória.

Sua missa de posse na paróquia São Mateus, está marcada para o dia 02 de abril (sábado), às 18h, a qual será presidida pelo bispo diocesano, Dom Agenor Girardi.

Junto com o padre João Ari, padre Leonardo Soares Barcelos continuará atuando na paróquia, como vigário-paroquial.


Leia mais: Padre Silvano Surmacz é empossado novo pároco da Catedral Sagrado Coração de Jesus

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
São Mateus do Sul foi a cidade mais fria no Paraná nesta madrugada
Suspensão temporária: lay-off afastará 57 funcionários da Incepa em São Mateus do Sul
IAP autoriza limpeza do Rio Canoas