Policial

Pai que morreu salvando a filha em trágico acidente na BR-277 era de Antonio Olinto

Ardendo em meio às chamas, pai morreu salvando a filha de, apenas 17 dias. A esposa também morreu carbonizada no trágico acidente, que fez 6 vítimas fatais no domingo (3). (Fotos: Reprodução/Facebook)

No domingo (3), por volta das 18h, no quilômetro 33 da BR-277, em Morretes, no litoral do Paraná, ocorreu um trágico acidente com um caminhão-tanque, que infelizmente deixou seis mortos e alguns feridos.

No meio da tragédia, um pai herói sensibilizou a todos por salvar a filha. Luiz Carlos Silva, tinha 27 anos, morava em São José dos Pinhais e era de Antonio Olinto. Com o corpo em chamas, agonizando para a morte, conseguiu reunir forças para salvar sua bebê, de apenas 17 dias, que foi encontrada minutos após a batida. A criança passa bem. Mas ele e a esposa não tiveram sorte e acabaram falecendo.

Luiz Carlos levava uma vida tranquila. Afastado do trabalho de auxiliar em uma empresa, devido a uma cirurgia, ele trabalhava como autônomo, vendendo óculos e outros objetos que ia buscar em São Paulo. A mãe, Caroline Grassmann Martins, de 22 anos, foi encontrada no início da noite de segunda-feira (4), próximo ao local da explosão. Testemunhas relataram que Luiz Carlos também tentou salvar a mulher, que acabou sendo encontrada morta à beira da rodovia.

A história do pai herói causou comoção de amigos e familiares nas redes sociais. Entre as postagens no perfil, vários destacavam o ato de heroísmo de Luiz Carlos: “Descanse em paz Luiz. Você foi um herói salvando tua filhinha”; “Luto! Onde estiver, saiba que estamos muito orgulhosos por você salvar sua filha. Meu grande herói, te amarei pra sempre”; “Herói, com certeza essa é a palavra que te descreve. Descanse em paz, vai fazer muita falta”.

As equipes do Corpo de Bombeiros e da concessionária Ecovia encontraram o corpo de Luiz Carlos na manhã de segunda-feira (4). O corpo foi encontrado em uma galeria de água pluvial nas margens da estrada. Testemunhas relataram que o homem saiu do carro em chamas e uma grande labareda tomou conta do corpo dele, já fora do veículo, com o corpo em chamas, salvou a filha.

O corpo de Luiz foi velado em Curitiba e o sepultamento aconteceu terça-feira (05) no Cemitério Municipal de Antonio Olinto.

O acidente

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caminhoneiro perdeu o controle da direção e bateu contra uma mureta de proteção. O caminhão, que transportava 44 mil litros de álcool, explodiu em seguida. Outros doze veículos foram atingidos. Ele permaneceu preso até terça-feira (5), quando foi solto após pagar fiança de R$ 8,8 mil. Conforme a polícia, ele deve responder por homicídio doloso com dolo eventual, ou seja, quando o autor assume o risco de matar.

Veja abaixo as vítimas:

Caroline Fernanda Grassmann Martins, 22 anos: mãe da bebê encontrada com vida no local do acidente. Ela foi sepultada no Cemitério Municipal de Morretes na tarde de terça-feira (05).

Luiz Carlos Silva, 26 anos: pai da bebê encontrada com vida no local do acidente. Ele foi enterrado no Cemitério Municipal de Antonio Olinto, na tarde desta terça-feira (5).

Anderson Cunha, 43 anos: estava com o filho Gabriel Cunha e a namorada Ana Carolina Novacoski em um dos carros atingidos pela explosão do caminhão-tanque. O corpo dele só será liberado depois da realização do exame de DNA, já que está carbonizado, segundo o IML de Paranaguá.

Gabriel Cunha, 12 anos: filho de Anderson Cunha. O corpo do garoto também espera pelo exame de DNA.

Ana Carolina Novacoski, 35 anos: namorada de Anderson Cunha. Ela estava no carro com ele o filho dele. O corpo de Ana Carolina também vai ser liberado somente depois do exame de DNA.

Pedro Idalgo Filho, 55 anos: ele estava internado no Hospital de Paranaguá e foi transferido para o Hospital Evangélico de Curitiba, na segunda-feira (4), com 90% do corpo queimado. O homem morreu por volta das 15h de terça-feira (5). O corpo do autônomo Pedro, de 55 anos foi enterrado por volta das 16h30 desta quarta-feira (6) no cemitério Cristo Rei, em Apucarana, no norte do Paraná.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Acidente na PR-151 deixa são-mateuense em óbito
Acidente no Centro de São Mateus do Sul envolve quatro veículos
Homem é executado com seis tiros em São Mateus do Sul

Os comentários estão fechados