Geral

Parabéns São Mateus do Sul pelos seus 107 anos

São Mateus do Sul, a capital do xisto! (Fotos: Gazeta Informativa e Site da Prefeitura)

O município de São Mateus do Sul, mais conhecido como a capital do xisto e Rainha bela do Iguaçu, completa 107 anos nesta segunda-feira, dia 21 de setembro. O município acumulou, ao longo de sua história, uma infinidade de histórias e conquistas.

A economia de São Mateus do Sul gira em torno do turismo, produção agropecuária, e também, do setor industrial, que são mais de 100 indústrias nos mais diversos ramos. No setor industrial, a erva-mate tem grande destaque, assim como a usina de xisto da Petrobras, uma infinita fonte de insumos energéticos e matérias primas (óleo, nafta, gás industrial e enxofre) para os mais diversos setores da indústria e pela produção de revestimentos cerâmicos de alta qualidade, produzidos pela Incepa Revestimentos Cerâmicos.

São Mateus do Sul é exemplo da conciliação de crescimento econômico com preservação da qualidade de vida e de respeito às tradições e marcas de um rico passado multicultural. Originário de um pouso de tropas de apoio a bandeiras militares, foi povoado por sucessivos contingentes de imigrantes, a maioria poloneses, entre as décadas de 1890 e 1910. Foi oficialmente elevado à categoria de município em 21 de setembro de 1908.

Segundo o resultado do levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado no Diário Oficial da União no dia 28 de agosto de 2015, a capital do xisto se aproxima da marca de 45 mil habitantes.

Presente

Conforme informações da assessoria de imprensa da Prefeitura de São Mateus do Sul, na semana em que comemora os 107 anos de sua emancipação política, São Mateus do Sul ganhou um grande presente: o município se destacou no ranking nacional das melhores cidades para se viver, publicado pelo anuário As Melhores Cidades do Brasil, da revista Istoé.

O estudo, realizado pela Austin Ratings e encomendado pela revista, colocou São Mateus do Sul entre as 20 melhores cidades, na 17ª posição, na categoria dos municípios com menos de 50 mil habitantes. O levantamento foi feito com base em mais de 200 itens e elaborado em todas as mais de 5,5 mil cidades brasileiras.

O estudo levou em conta quatro tópicos principais: indicadores sociais, fiscais, econômicos e digitais. Cada um desses tópicos contém uma série de critérios para avaliação das cidades por diferentes vieses. São Mateus do Sul teve destaque nos indicadores fiscais e, principalmente, nos indicadores sociais, que levaram o município à 17ª colocação geral entre as cidades brasileiras de pequeno porte.

Reconhecimento

Não é a primeira vez que São Mateus do Sul se destaca em levantamentos recentes realizados por institutos de pesquisa. Em junho, a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) colocou o município entre as 15 melhores gestões fiscais do estado do Paraná. Numa escala que vai de 0 a 1, São Mateus do Sul recebeu nota 0,7166, ficando também entre os 150 municípios com melhor gestão fiscal do Brasil, na 134ª posição. a melhor situação registrada no Município desde o início das aferições da Firjan, há quase 10 anos.

Sem comemoração

Por questões de custos, a Prefeitura de São Mateus do Sul cancelou o plano de promover um show de nível nacional em comemoração ao aniversário do município. De acordo com informações da assessoria de imprensa da Prefeitura, as comemorações vão se concentrar na inauguração do chimarródromo (espaço público com água quente disponível para realização de rodas de chimarrão no local), em construção na praça Nossa Senhora da Conceição, em frente à Igreja Matriz. Para o ano que vem, está prevista a Expomate, evento bianual que comemora o aniversário de São Mateus do Sul com série de shows e exposições.

Carta aos munícipes: Por Clovis Genésio Ledur – Prefeito Municipal 

“É com muito orgulho e grande satisfação que parabenizo, neste momento, não apenas nossa querida São Mateus do Sul, que em 21 de setembro celebra seus 107 anos, mas também – e principalmente – a todos e todas que ajudam a construí-la diariamente, com o suor de seu trabalho.

A todos os que aqui nasceram e aos que, assim como eu, escolheram São Mateus do Sul como lar, gostaria de registrar também meu sincero agradecimento por acreditarem e ajudarem a construir o futuro desta cidade. Mesmo nestes momentos de dificuldades pelas quais passamos e que precisamos reconhecer, é com otimismo que vejo o futuro de São Mateus do Sul.

E esse otimismo não poderia ser diferente. Estamos, juntos e juntas, construindo a cidade que queremos. Uma série de coisas nos faz pensar desta maneira. Nosso apoio incondicional à legitimidade e liberdade de atuação dos conselhos municipais vem trazendo para São Mateus do Sul um jeito novo de administrar: uma política com verdadeira participação popular. Nosso diálogo franco e honesto com a população, em audiências e conferências públicas, pela ouvidoria, ou pessoalmente, estão ajudando e nos dando excelentes perspectivas acerca do futuro de São Mateus do Sul: uma cidade economicamente sustentável – moderna e em vias de industrialização definitiva, com a chegada da rede de gasoduto –, e socialmente justa, democrática e fraterna, que sabe tratar bem seu principal patrimônio: o ser humano.

Estamos cuidando das pessoas. O crescente investimento que fizemos e estamos fazendo, desde que assumimos a prefeitura em 2013, em Saúde, Educação e Assistência Social demonstram uma preocupação com avanços sociais que eram urgentes em nosso município, e que terão resultado visível no futuro. Foi uma escolha muito bem planejada, que partiu da perspectiva de que precisamos cuidar das pessoas para que todos os outros investimentos possam ter efeito.

Estamos agindo com prudência e consciência. Avaliando e reavaliando cada passo para a construção de uma cidade cada vez melhor, com o apoio e o trabalho de todos e todas que também pensam desta forma.

Reconhecendo erros, trabalhando para corrigi-los e sem nunca, jamais, olhar pra trás e retroceder, é que vamos construir uma cidade mais justa, humana e acolhedora com todos e todas. Meu parabéns a São Mateus do Sul!”

Mensagem dos leitores

“São Mateus do Sul é daqueles lugares que levamos no coração. Me lembro quando criança em momentos que me distanciava daqui e retornar era motivo de muita alegria. Avistar a ponte sobre o Rio Iguaçu, a Igreja e a Cuia era sentir que aquela paisagem já havia se integrado a minha casa. Não é apenas um local. É onde construímos a nossa história e cada lembrança nos faz aprofundar ainda mais nossas raízes. É aqui que me sinto em casa. Parabéns cidade amada!”, diz Ingrid Ulbrich.

“O que eu mais amo em São Mateus do Sul é a sua história. A colonização polonesa, a riqueza com a exploração da erva-mate e o pioneirismo da extração do óleo do xisto são história que me encantam e admiram, por terem sido construídas pelas mãos de gente batalhadora. Tenho muito orgulho de ser são-mateuense e fazer também parte desta história”, diz Larissa Drabeski.

“Amar São Mateus é acreditar em nossa força, é cultivar a tradição, é lutar por dias melhores. Nosso povo é sem dúvida, parte responsável por propagar o amor, o acolhimento, e a hospitalidade interiorana. Como em uma relação, há cumplicidade, ai não tem jeito, o amor aflora. Cada cidadão, a seu modo, contribui e aqui edifica, principalmente sonhos. Nosso pedacinho de chão representa, uma conquista, nossa memória inspira sentimentos, nos revela uma história de lutas, e assim a cada dia, escolhemos ser são-mateuenses!”, diz Sandro Zimny Vitonski.

“São Mateus do Sul completando 107 anos, tenho muito orgulho de participar dessa história, mas confesso que já estou começando a me preocupar, pois pelo meus cálculos, participo já a algumas “décadas”. Fazendo “Arte” ou não, ou por uma simples escolha do destino, nascemos aqui, ou aqui estamos, contribuindo de alguma forma para o desenvolvimento de nossa cidade. Na “Vida” o essencial são as “coisas” simples. Aqui tenho meu Trabalho, aqui tenho meus Amigos, aqui tenho minha FAMÍLIA. Tem como não AMAR esse LUGAR?”,  fala Fernando Wander.

“Cada um de nós carrega por São Mateus do Sul uma paixão passada de geração em geração, por nossos pais, avós e bisavós, que lutaram muito para transformar nossa cidade no que ela é hoje. São Mateus do Sul é um lugar bom de viver, trabalhar, fazer amizades, e onde cultura e riqueza andam lado a lado por um futuro próspero para todos nós. Parabéns, São Mateus do Sul! Nós te amamos”, diz Mathias Franco .

“São Mateus do Sul representa raízes, família, aconchego e hospitalidade. Gosto de me sentir no interior com algumas facilidades de cidade grande, gosto do romantismo dos canteiros, da arquitetura dos prédios antigos, do cheiro da erva-mate mas, principalmente da nobreza do coração das pessoas”, diz Renata Tissyane.

“Mais um ano para comemorar o aniversário da nossa cidade… Não nasci aqui mas escolhi essa cidade para viver, então, tenho que agradecer a receptividade e quero desejar muito progresso para São Mateus do Sul e que a cada ano todos possam ser mais felizes aqui… Feliz Aniversário!, diz Patricia D’Avila Carvalho.

“Pra mim é fácil falar de São Mateus do Sul, amo e tenho orgulho desta cidade. Pretendo nunca sair daqui. Ser são-mateuense é um privilégio, só quem vive aqui sabe como é bom residir nesta cidade maravilhosa!”, diz Sheila do Rocio Barbosa.

“Quem abraça, acolhe e cuida merece amor. Por isso, São Mateus do Sul, declaro meu amor por você! Parabéns por mais um ano em sua bela história! Que eu e minha família possamos de alguma forma retribuir todo o carinho recebido da gente daqui”, diz Adnelson Campos.

“Parabéns São Mateus do Sul! Ou carinhosamente, chamada de “Samas”. 21 de setembro é o dia que comemoramos a história da Rainha Bela do Iguaçu. Que acolhe à todos com amor e faz dessa terra, o melhor lugar pra se viver. Que juntos façamos dessa cidade, cada vez melhor pra nós e pra nossos herdeiros…”, diz Edinei Cruz.

Últimos posts por Thaís Siqueira (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Covid cresce e atinge 93% dos municípios paranaenses
Saúde orienta sobre acidentes com animais venenosos e peçonhentos
Ele chegou, lindo e frio