Jornal de São Mateus do Sul (PR) e região

Pedido de vistas interrompe 2ª votação de dois projetos de lei na Câmara de Vereadores

Pedido de vistas aos projetos nº 12/2018 e 13/2018 foi proposto pelo vereador Pichet que alegou querer mais informações sobre os mesmos, os quais visam filiar o município às associações regional e nacional. (Foto: Alexandre Müller/Gazeta Informativa)

A 9ª reunião ordinária da Câmara Municipal dos Vereadores de São Mateus do Sul, realizada na segunda-feira (9), foi marcada por discussões e pedido de vistas em dois projetos de lei de autoria do poder executivo municipal.

Os projetos de lei números 12 e 13/2018, que visam autorizar o município a filiar-se a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e a Associação dos Municípios Sul Paranaense (AMSULPAR), respectivamente, foram postos em sua segunda discussão e votação e a pedido do vereador Omar Raimundo Pichet, o pedido de vistas foi aprovado pelo plenário que decidiu trazer o projeto à votação na próxima sessão.

Segundo o vereador, o projeto deve conter as informações acerca dos valores a serem investidos pela Prefeitura Municipal antes dos vereadores aprovarem uma lei dessas.

A equipe da Gazeta Informativa entrou em contato com o presidente da AMSULPAR, Claudinei de Paula Castilho, Prefeito do município de Bituruna para buscar as informações que o vereador supramencionado não havia conseguido, e segundo o presidente da associação, São Mateus do Sul pagará R$ 2.800 mil por mês e ainda salientou que analisará com os demais membros acerca dos valores atrasados, haja visto que o município está desde o ano passado sem efetuar o pagamento.

De acordo com o representante da associação, este valor da mensalidade é tido segundo o número de habitantes de cada município.

O projeto de lei nº 14/2018, que declara de Utilidade Pública a Associação de Moradores da Vila Pinheirinho, foi aprovado em segunda votação de forma unânime pelos vereadores.

Dentre os requerimentos apresentados na sessão ordinária, destacamos o nº 20/2018 de autoria da vereadora Fernanda Sardanha, que requer que a Prefeitura Municipal informe os investimentos no ano 2017 e 2018, na aquisição e reforma de unidades habitacionais, algo que é de interesse social, além de solicitar também o número de famílias atendidas, conjuntos habitacionais ou mesmo aquisição de áreas de interesse social.

O requerimento nº 21/2018, de autoria dos vereadores Pichet, Fernanda e Marta Regina Centa, requer ao executivo municipal esclarecimentos sobre a construção do painel na praça da Igreja Matriz, se houve e qual foi a contrapartida do município e quem autorizou a obra, pois o painel gerou polêmica.

O vereador Pichet também solicitou através do requerimento nº 22/2018, destinado ao executivo municipal, esclarecimentos sobre as câmeras de segurança instaladas em alguns pontos da cidade e que lhe foi informado de que não estão em funcionamento.

As vereadoras Marta e Fernanda, fizeram dois requerimentos verbais, propondo a alteração dos destinos da emenda impositiva de ambas, destinando R$ 90 mil para construção de abrigo de ônibus nos colégios Orlanda Distefani Santos, Colégio São Mateus e Colégio Duque de Caxias; R$ 60 mil para cobertura da quadra da Escola Municipal Odemira Cunha e R$ 50 mil para construção de muro lateral da Escola Municipal Pedro Effco.

Compartilhe esta reportagem...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this page


Comentários: