Prismas

Pequenas coisas podem mudar o seu mundo

(Imagem Ilustrativa)

Há alguns dias recebi um vídeo narrado por Stephen Richards Covey, escritor e administrador americano, falecido em 2012, famoso pelas suas publicações que incluem o livro Sete hábitos de pessoas altamente eficazes. Neste material ele afirmava que “pequenas mudanças podem exercer grande impacto”.

Geralmente procuramos exemplos com representação física para mostrar que é possível modificar ou avaliar no comportamento humano, sob o aspecto profissional ou pessoal. Então, imagine como é possível direcionar, guiar um grande avião ou um enorme transatlântico apenas movimentando um manche ou um timão. O piloto do avião ou o comandante do navio o fazem de uma cabine, sem grande esforço.

Vejamos o exemplo do MS Symphony of the Seas, dito o maior navio de cruzeiros do mundo, lançado ao mar neste ano de 2018. Ele tem 362 m de comprimento, 68 m de largura x 72 m de altura. Isto é equivalente a aproximadamente 3,4 maracanãs de comprimento x 1 maracanã de largura x 1 prédio de 30 andares de altura. Para direcionar esse grande navio, é preciso um enorme leme, grande e pesado e que também deve vencer a resistência das águas. Seria necessário muito esforço para isso se não fosse uma simples solução de engenharia.

Todo esse grande movimento é facilitado por uma outra parte do leme, uma pequena peça quando comparada ao tamanho do leme, chamada trim tab ou compensador. Nos aviões também há trim tabs próximos da cauda para direcioná-los, no ar ou em estreitas pistas de pouso.

Quem já conduziu um pequeno barco sabe que não é fácil colocá-lo no rumo certo e qualquer desvio pode causar estragos, como colisões ou encalhes.

Em nosso dia a dia, também é assim. Segundo Covey, cada pessoa é capaz de fazer grandes movimentos, mudanças significativas ou transformações a partir de pequenos gestos ou simples ações. Não são necessários atos de heroísmo, nem grandes investimentos para resolver a grande maioria dos problemas de seu dia-a-dia. São as atitudes que fazem diferença, as escolhas também.

Por exemplo, se quer manter um ambiente limpo, não suje. Quem frequentá-lo sentirá vergonha de sujá-lo. Pensando no oposto, se o ambiente estiver sujo, desorganizado, quem frequentá-lo não se incomodará em jogar algo a mais no chão.

Se deseja mudar uma cultura ou o comportamento de pessoas, seja exemplo. Se quer que seu filho leia mais, leia para ele, leia para você também. Se espera que ele passe menos tempo usando o telefone celular, use menos você também.

Precisamos preparar o ambiente, criar clima para as mudanças. Isto contagia e as ações, os exemplos positivos, mudam a vida das pessoas, influenciam o comportamento coletivo.

Nascido em São Paulo (SP), são-mateuense de coração, casado com Denise, pai de Lucas, Vinícius e Helena. Administrador, especialista em gestão empresarial pela ESAG/UDESC e especialista em Gestão e Auditoria Ambiental pela FUNIBER. Trabalha na Petrobras desde 1986, onde exerceu, desde 1987, funções gerenciais em mais de nove áreas especializadas. Atualmente é gerente de manutenção da Unidade de Industrialização do Xisto em São Mateus do Sul (PR). Contista desde 2012, com diversos textos publicados em meio impresso e digital. Autor de Histórias que as estrelas contam – um pouco de astronomia para adolescentes. www.adnelsoncampos.com.br - adnelsoncampos@gmail.com.

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Como encarar o fim de uma vida
Jogando para o time
Seu rosto já é uma senha

Os comentários estão fechados