(Fotos: Acervo Pessoal)

No último dia 22 de setembro, os policiais Sargento Sandro Skodoski, o Subtenente José Dinarci De Paula e o Cabo Sérgio Marcos Popenda Wisniewski, que atuam em São Mateus do Sul, completaram 25 anos de serviços prestados junto à polícia e à comunidade são-mateuense. Os diversos desafios enfrentados e a busca constante em proteger e tornar a cidade de São Mateus do Sul um lugar mais tranquilo, foram as principais motivações ao longo da trajetória de cada um deles.

O Sargento Sandro Skodoski trabalha atualmente na Polícia Rodoviária Federal, e comentou sobre os principais desafios enfrentados ao longo dos anos de serviço. “Os maiores desafios foram ter trabalhado na RONE (Rondas Ostensivas de Natureza Especial) e na ROTAM (Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas), bem como ter respondido pelos comandos de São Mateus do Sul, São João do Triunfo e Antonio Olinto”, destacou ele.

O Sargento Sandro Skodoski atua no comando da Polícia Rodoviária Federal de São Mateus do Sul e é constantemente motivado pela manutenção da segurança pública em nossa cidade.

Outro momento bastante vivo na memória do Sargento, foi a coordenação do curso de Formação de Soldados nos anos de 2013 e 2014. “Após coordenar o curso tive a oportunidade de assumir o comando da Polícia Rodoviária em São Mateus do Sul, fato que me deixa muito cheio de orgulho e motivação”, revelou ele.

Trabalhando em prol do bem-estar da população

Em muitas situações, os policiais abrem mão de suas próprias vidas ou segurança, em prol do bem-estar comum. As diferentes situações vividas no cotidiano de trabalho, chamam a atenção para a importância e a necessidade de se valorizar cada vez mais a profissão. “A satisfação de servir bem a comunidade e fazer tudo para que nossa cidade seja sempre um lugar espetacular e maravilhoso de se morar, é a minha principal motivação ao longo desses anos”, encerrou o Sargento Sandro.

Os principais desafios enfrentados

O Subtenente José Dinarci De Paula entrou na Polícia Militar como soldado, no ano de 1995. Em 2008, após a conclusão do curso de Sargento, foi selecionado para comandar os Destacamentos em Antonio Olinto, os quais ainda estão sob sua responsabilidade. “Sempre desempenhei o meu trabalho na região de São Mateus, com a maior dedicação, buscando sempre aproximar a comunidade dos policiais militares, pois essa interação e o bem-estar de todos, é a razão de nossa atividade”, destacou o Subtenente contínuo.

O Subtenente De Paula atua na região de São Mateus do Sul e Antonio Olinto e revelou a relação de cumplicidade e companheirismo entre os colegas de trabalho.

De Paula também comentou sobre o histórico do contexto de trabalho da Polícia Militar em nossa cidade. “São 25 anos de muita dedicação e também de dificuldades enfrentadas. Passamos por épocas difíceis, principalmente quanto à falta de recursos e questões estruturais São coisas que nem sempre chegam ao conhecimento da comunidade, mas o companheirismo, a amizade e o desejo de realização dos companheiros de trabalho, sempre superou qualquer problema que pudesse surgir”, colocou ele.

A importância da família e Deus

O Cabo Sérgio Marcos Popenda também atua na Polícia Militar de São Mateus do Sul. Ele comentou sobre a gratidão relativa aos 25 anos de serviços prestados à comunidade. “Ao completar 25 anos de jornada na Polícia Militar do Paraná, só tenho a agradecer a Deus e principalmente ao apoio da família e dos meus companheiros de serviço, com os quais convivi ao longo destes anos”, comentou o Cabo.

O Cabo Popenda atualmente desempenha funções ligadas aos termos circunstanciados e questões de trânsito, revelando bastante gratidão à toda comunidade são-mateuense e aos colegas de trabalho.

Os desafios constantes foram outro aspecto ressaltado por ele. “Todos os dias lidamos com situações diferentes e que nos desafiam, com uma diversidade de atendimentos e afazeres administrativos muito dinâmicos. O papel da polícia não é apenas combater o crime. Sempre que o cidadão tem necessidade, a presença mais visível do Estado é a PM, que chega muitas vezes para um apoio de emergência ou até mesmo em situações mais simples. Espero enquanto Deus me der condições, poder contribuir ainda mais com a manutenção da segurança pública em nosso município”, encerrou ele.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Setembro Amarelo: dê voz aos seus sentimentos e evite o suicídio
Confira como o jornal Gazeta Informativa chega até você!
São-mateuense fará participação em filme à nível nacional