Foram 300 kg de alimentos arrecadados, dispostos em 16 cestas básicas que serão entregues às famílias necessitadas
de nosso município. (Foto: Professor Sergio Santana)

As dificuldades vivenciadas por todo o planeta, em função da pandemia do Covid-19, estão inspirando algumas atitudes muito empáticas por parte da sociedade. Nos últimos meses, esse tipo de ação solidária passou a ser bastante frequente em nosso município, uma cidade que tradicionalmente acolhe seus companheiros cidadãos. A organização de drive-thrus, com intuito altruísta, é uma das novas práticas que permitem a colaboração comunitária no enfrentamento do coronavírus em nossa cidade.

O sistema de drive-thru foi originalmente criado pelo americano Royce Hailey e sua tradução literal significa “dirija por”. Esse tipo de alternativa surgiu para que as pessoas pudessem realizar as compras de comida pronta, diretamente de seus automóveis. O ano de 2020 está ressignificando a prática, que agora vem sendo utilizada com um objetivo bastante benevolente: a solidariedade ao próximo.

O drive-thru de livros

O Polo de Apoio Presencial da Uninter de São Mateus do Sul elaborou uma atividade inovadora. O objetivo foi o recolhimento de doações de alimentos, para as famílias que estão passando situação de vulnerabilidade social, acentuada em função da pandemia do Covid-19. Tendo em vista o estoque de livros novos variados (reserva técnica), que acaba ficando armazenado no polo, o professor Sergio Santana, após devida autorização da instituição, disponibilizou-os para uma troca solidária.

Após autorização da Secretaria Municipal de Saúde, a equipe realizou a coleta das doações, seguindo todos os procedimentos de segurança em saúde recomendados. (Fotos: Éber Deina/Gazeta Informativa)

A prática dos drive-thrus passou a ser utilizada com um sentido bastante caridoso, evidenciando a exposição das camadas
mais populares à pobreza e à fome.

O professor comentou mais sobre a ideia do evento. “No processo de educação à distância, acabamos ficando com muitos livros no polo. Normalmente eles seriam devolvidos à instituição em Curitiba. Em função da pandemia do coronavírus, tivemos a ideia de ofertar estes livros aos cidadãos, que em contrapartida contribuíram com alimentos, destinados às famílias carentes de nosso município. A ideia inicial era trocar 3 kg de alimento por um livro, mas algumas pessoas doaram até mais”, explicou ele.

A colaboração comunitária

A realização do drive-thru ocorreu no último sábado (4), na Rua Dom Pedro II, onde tradicionalmente acontecia a Feira do Produtor. A equipe da Uninter, seguindo todas as recomendações de saúde, realizou o recolhimento das doações, que continuaram a chegar ao polo nos dias subsequentes. Foram 300 kg de alimentos arrecadados, que deverão ser encaminhados às famílias necessitadas nos próximos dias.

O sorteio ofereceu alguns brindes para os indivíduos que colaboraram, congratulando a
boa-vontade da sociedade são-mateuense.

O professor Sergio Santana comentou sobre a colaboração das empresas e da comunidade na arrecadação. “Além do drive-thru propriamente dito, contamos com a boa-vontade de muitas empresas são-mateuenses, que realizaram algumas doações de brindes bem interessantes. Na última terça-feira (7), realizamos o sorteio de 11 prêmios, pois cada livro continha um número, contemplando a generosidade da comunidade com alguns presentes bem legais, como uma bicicleta. Agora nossa equipe irá realizar a entrega das 16 cestas básicas montadas, graças à colaboração de diversos setores da sociedade são-mateuense”, finalizou ele.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Nota do governo do Paraná sobre a PR-364
Motoristas e pedestres relatam dificuldades no trânsito em duas ruas da cidade
Instituição de idosos Anjos da Guarda presta esclarecimento à comunidade são-mateuense