Educação e Cultura

Prefeitura reduz subsídio do transporte universitário em 50%

O acordo foi selado na semana passada, em reunião realizada com representantes das Associações de Estudantes, Prefeitura e Câmara. (Foto: Divulgação)

O subsídio do transporte universitário seria cortado, em São Mateus do Sul, conforme informações oficiais, porém, na semana passada, em reunião realizada com representantes das Associações de Estudantes, Prefeitura e Câmara, foi selado um acordo de apenas redução em 50%.

Uma postagem no Facebook intitulada ‘Nota Pública das Associações de Estudantes – AESMR/AES/AESMSC’, que circula desde o início da tarde de quarta-feira (14/09) informa a decisão, questionando matéria publicada anteriormente no jornal Gazeta Informativa.

“Reconhecendo a atual situação do Município perante ao TCE-PR [Tribunal de Contas Estadual], e sendo também solidário a todos os cortes realizados pela Prefeitura, acatamos a REDUÇÃO do Subsídio de Transporte. Aproveitando o ensejo para desmentir notícias levianas publicadas pela Gazeta Informativa e por alguns estudantes em Redes Sociais, achamos que fomos desrespeitados como Diretoria, pois como foi exposto em reuniões e grupos de Whats a real situação da Negociação, e tentaram criar uma notícia falsa com intuito de promoção pessoal, não se importando com o Coletivo”, redata a postagem.

“Cientes do momento eleitoral, nosso assunto foi tratado de maneira justa como merece. Agradecemos de maneira expressiva, a maioria dos alunos que nos ajudaram com opiniões respeitosas e sabendo tratar de maneira civilizada os imprevistos que surgem. Encerrando, agradecemos a Câmara Municipal e ao Prefeito por atender prontamente nosso pedido, entendendo e, como sempre, nos respeitando”, completa o post no Facebook.

Certamente, a reportagem dita ‘leviana’ apenas seguiu a ética de ouvir os dois lados, prefeitura e acadêmicos. Das associações não houve resposta ou pronunciamento oficial. “De pronto, contrários a nossa vontade, mas quedados pela necessidade, informamos que não há mais possibilidade financeira para manter o subsídio existente ao transporte universitário para outros municípios”, explicava o texto inicial em carta direcionada aos acadêmicos.

O texto publicado pelo jornal Gazeta Informativa, devidamente apurado com informações e esclarecimento pontuais e cordiais da secretaria de Educação, apenas cumpriu trabalho sério, ético e honesto. O lamentável é que existe realmente um clima político, bem complexo e muitos comentários descabidos são ventilados abertamente e sem responsabilidade jornalística ou profissional.

Contudo, essa não foi a linha da reportagem. Obviamente que ataques são absolutamente normais, pois expor as ideias é livre e democrático. Mas comentários precisam ser mais sensatos e informações de associações e entidades são públicas. O papel do jornal é, apenas, buscar a notícia e reportar ao povo, se eximindo ao máximo de impor ideologias, crendices ou partidarismos pessoais. Apesar de que todos somos seres com ideias e ideais!

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Uniformes escolares são distribuídos na rede municipal de ensino de São Mateus do Sul
Projeto sustentável de reutilização de papel engloba alunos do Colégio Estadual São Mateus
Jovem são-mateuense cria sebo para venda de livros na Feira do Produtor