De acordo com a Lei Orgânica do município, na primeira sessão do ano da Câmara de Vereadores, o prefeito realiza um levantamento sobre a administração executiva do ano anterior. (Foto: Câmara)

Aconteceu na segunda-feira (4), a primeira sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores de São Mateus do Sul. Como de praxe nas primeiras sessões do ano, segundo a Lei Orgânica do município, o prefeito apresenta um levantamento aos vereadores das atividades desenvolvidas no ano anterior pelo poder executivo. Além dos vereadores, estiveram presentes na sessão os secretários Jorge Manfroni, João Alfredo, Marcos Diedrich e Mirna Bonato, e alguns moradores do município.

De acordo com o prefeito municipal, Luiz Adyr Gonçalves Pereira, apesar das dificuldades orçamentárias enfrentadas, o ano foi considerado positivo. “Foi um ano de resultados significativos. Com o equilíbrio financeiro, foi possível manter em dia os compromissos com fornecedores, empresas contratadas e com o fundo de previdência”, disse. O prefeito também destacou aos vereadores as obras realizadas no município, dentre elas: recapeamento das ruas, a conclusão do asfaltamento da rua Antônio Bisinelli, realização do Plano Diretor, aquisição de novos pontos de ônibus, parquinhos, reformas em locais públicos, a volta do Proerd, investimento para a Casa Familiar Rural, reposição dos médicos ao Programa Mais Médicos, a castração de mais de 300 cães de rua, o retorno do Plano Diretor de Arborização Urbana, entre outros.

Durante o levantamento, Luiz Adyr comentou que a Prefeitura tem feito um bom esforço para equilibrar as receitas e as despesas, pois sendo a maior empregadora do município, é um dos carros chefes do equilíbrio econômico da cidade.

Para o prefeito, foi possível retomar investimentos e a perspectiva para 2019 é o de dar continuidade aos programa de melhorias em quatro principais eixos: redução dos déficits de obras na infraestrutura urbana; melhoria contínua da vasta rede de estradas municipais, aprimoramento da rede de proteção social; e prosseguir com esforços externos, por meio de contatos administrativos e políticos, junto ao governo estadual e federal, entidades, órgãos e empresas que possam por qualquer meio trazer recursos que complementem os da prefeitura, ou ajudem na promoção do desenvolvimento econômico e social.

Após a apresentação do executivo municipal, os vereadores puderam esclarecer suas dúvidas e fazer questionamentos ao prefeito sobre as ações realizadas e os planejamentos futuros, como questões salariais, contato com associações de moradores, problemas das estradas no interior e a reforma da ponte sobre o Rio Canoas.

Na abertura do ano legislativo municipal, houve também a eleição para as comissões permanentes da câmara, onde a votação foi secreta com cédulas com os nomes disponíveis para indicação em cada comissão. Foram eleitos: Comissão Legislação, Justiça e Redação: Geraldo de Paula e Silva, Fernanda Sardanha e Omar Picheth; Comissão Finanças e Orçamento: Júlio Balkowski, Marta Centa e Omar Picheth; Comissão de Obras e Serviços Públicos: Júlio Balkowski, Edival Guimarães, Miguel Magnani Jr; e Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social: Fernanda Sardanha, Marta Centa e Omar Picheth. Essas comissões são criadas para que os vereadores opinem sobre os projetos de lei, resoluções, emendas à lei orgânica e demais atos normativos, fazendo um controle prévio antes do plenário.

Estudante de Jornalismo que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Aprovada em 1ª votação a redução de subsídios do Executivo e Legislativo
Servidores públicos municipais lotam sessão ordinária da Câmara de Vereadores
Câmara de Vereadores não aprova projeto que autoriza adesão ao Programa Avançar Cidades por falta de quórum

Deixe seu comentário

*