Os felinos procuram locais quentes para se proteger do frio. (Imagem Ilustrativa)

O frio de 2021 chegou com intensidade em São Mateus do Sul. Não apenas nós sentimos isso, mas os animais também, principalmente aqueles de rua. O problema realmente surge quando alguns desses, em sua maioria felinos, buscam abrigos e locais quentes, achando conforto e uma falsa sensação de segurança ao adentrarem no motor de carros que estão estacionados.

A fim de encontrar proteção do frio, vento e chuva, os motores dos automóveis passam a ser perfeitos esconderijos para os bichanos. Por ser um local quente, esses animais acham aconchegante e seguro, mas pode ser fatal para muitos, como vem acontecendo nas últimas semanas em nossa cidade. São diversos os relatos de motoristas que percebem a presença do felino em seu automóvel, mas, infelizmente, apenas após ligar o veículo, ceifando uma vida inocente. O sentimento de culpa toma conta do coração, trazendo angústia e uma sensação de que tal acontecimento poderia ter sido evitado. Será que poderia?

Certamente, uma verificação antes de uma viagem nos tempos frios, pode evitar perdas que ocorrem de forma assustadoramente constante. Antes de colocar o motor em funcionamento, o ideal é abrir o capô, fazendo uma rápida, porém importante, vistoria no seu veículo, tendo a certeza de que nenhum animal se encontra dormindo ou, até mesmo, preso no compartimento. O simples ato de abrir o capô pode ser o suficiente para alertar o gato para que procure outro lugar para se proteger, mas o ideal é desferir leves batidas pela carroceria, focando próximo ao motor e rodas. Alguns afirmam que uma curta buzina pode ajudar.

Alana Pietrala Chincoviaki
Últimos posts por Alana Pietrala Chincoviaki (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Cleverson Daniel em dose dupla
70 anos do Colégio Estadual Duque de Caxias
Descaso com potro traz indignação aos atuantes da causa animal