Especial

Professora que completou 50 anos de magistério em São Mateus do Sul é homenageada

50 anos de muita história, resumidos em uma homenagem marcada pela presença de vários alunos que fizeram parte desta trajetória profissional. (Fotos: Alexandre Müller/Gazeta Informativa)

Depois de 50 anos regendo a formação cidadã de centenas de alunos em diversas comunidades de São Mateus do Sul, Vilma Alves Chula, de 68 anos, pôde vivenciar um momento único em sua vida, marcado por reencontros e realizações.

No dia 4 de maio, as filhas da cinquentenária profissional, reuniram alunos, ex-alunos, familiares, representantes da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), membros da comunidade do Papuã e o Prefeito Municipal, para juntos, homenagearem a professora que mesmo após cinco décadas, ainda leciona.

Motivada para preparar-se à uma entrevista com a equipe da Gazeta Informativa, que já trouxe aos leitores um pouquinho de sua história, Vilma foi levada a acreditar que teria de, mais uma vez, conversar com o repórter Alexandre Müller, que estaria presente na comunidade, para agora, gravar um vídeo com ela, por isso, teria de ir ao salão de beleza, preparar o cabelo e vestir sua melhor roupa, segundo as filhas.

As filhas, Denise Alves Chula, 47 anos; Solange Alves Chula, 43 anos; Adriane Alves Chula, 41 anos; Soleane Alves Chula, 37 anos e Ana Paula Alves Chula, 32, todas professoras por formação, foram as idealizadoras de toda a homenagem e proporcionaram a mãe, o reencontro com muitos dos alunos que marcaram sua história.

50 alunos, desde os primeiros, da década de 1970, até aos atuais, estiveram presentes e, um a um, recitaram frases que os identificam com a docente, lhe entregaram uma rosa e abraçaram aquela que contribuiu e ainda contribui, para muitos filhos e netos dos mesmos.

Um dos sonhos da professora, que honra a profissão, era ter uma fotografia junto das filhas e todas trajando a beca de formandos. Sonho que permeou anos e sempre foi lembrado por Vilma. As filhas, em momento majestoso, emocionaram a todos os presentes, quando apareceram como num passe de mágica, vestidas com as becas e foram de encontro a mãe que foi tomada por lágrimas.

O Prefeito Municipal, Luiz Adyr Gonçalves Pereira, também esteve presente e enalteceu a importância que Vilma tem ao município e em especial, como exemplo às demais professoras da rede municipal de ensino. “Mesmo com 50 anos de profissão não planeja se aposentar, isso é o verdadeiro amor à profissão.”

O Secretário de Educação e Cultura, Jorge Manfroni, também focou a importância e a honra de possuir Vilma em seu quadro de funcionários, que é sinônimo de força e determinação. “Nos enche de orgulho”, garante Jorge.

 

Professora Vilma, mãe!

“Foi assim que nos ensinou a te chamar em sala de aula, não é mesmo? Houve momentos que escapava um ‘MÃE’, sem querer. Você às vezes sorria, às vezes nos repreendia, porque ali, a profissional sempre tinha que prevalecer. Procurávamos ser exemplo, mas isso nem sempre foi possível, e lembramos de alguns daqueles olhares do tipo, ‘em casa a gente conversa’, mas também recordamos do quão dedicada sempre foi. Preocupada ao extremo com nossos rompantes de indisciplina, com nosso choro excessivo, com nossa lentidão na realização das tarefas, com as dificuldades que apresentávamos, com nossas fragilidades. Mas lembramos também do quão feliz ficava e ainda fica com nossos sucessos, nossos progressos. Nunca agradecemos o suficiente. Hoje é o dia, obrigada por tudo que nos ensinou, pela diferença que fez em nossas vidas. A senhora nos faz sentir-se honradas deixando-nos herdar uma parte de sua riqueza de conhecimento e experiência. Nos ensinou a respeitar e ganhar o respeito de outras pessoas, nos ensinou a fazer amigos, a ajudar o próximo, a nos sentir valiosas, sobre a importância do conhecimento com a célebre frase: ‘o conhecimento é a única coisa que ninguém nunca poderá retirar de vocês’. E o mais importante, nos tornou pessoas de caráter, profissionais responsáveis, em qualquer lugar ou qualquer função que venhamos a exercer. É uma relação quase que sagrada, que poucas pessoas nesse mundo tiveram ou terão a chance de ter, então hoje, viemos a público dizer que você cumpriu com excelência seu papel de mestra e de mãe. Eternamente o nosso muito obrigada!”, agradecem as filhas.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Cruzes, águas santas e cemitérios de anjos: lugares sagrados relacionados a São João Maria
Encontro da Família Glinski e Staniszewski reúne gerações em almoço festivo em São Mateus do Sul
Advogada Mirela Ohpis será a nova colunista da Gazeta Informativa