Administração e Negócios

Programa de retenção de talentos

Alguns dias atrás estava atualizando meu perfil em uma rede social de contatos profissionais, e fiquei muito surpreso ao ver uma vasta divulgação de vagas de emprego, o que me levou a uma rápida análise entre desemprego e oferta de trabalho.

As médias e grandes empresas, ao contratar um novo funcionário, estão exigindo um perfil com alta qualificação e amplo conhecimento organizacional, o que vai além de conhecer apenas o setor de atuação. Isso quer dizer que a grande oferta de mão-de-obra disponível no mercado de trabalho não possui a preparação necessária e exigida pelas empresas para ocupar os cargos disponíveis.

Essa dificuldade que as empresas enfrentam, faz com que seja necessário o emprego de esforços para reter o funcionário em questão, quando identificado, que pela sua raridade é tratado como talento. Assim surge o conceito de Programa de Retenção de Talentos.

Esses programas são práticas de gestão estratégica em que a empresa promove uma relação de lealdade com seus funcionários. Por meio de políticas e práticas, a empresa desenvolve o seu programa de modo a oferecer condições que favoreçam o crescimento, incentivo e desenvolvimento profissional e pessoal de todos os trabalhadores.

Também é comum casos de profissionais que estão insatisfeitos com seus atuais empregos, basicamente por não terem desafios ou por não serem reconhecidos por suas realizações.

Um programa de retenção de talentos também objetiva evitar essas situações. E nem sempre a solução está atrelada a incentivos financeiros, pois o programa tem a função de fazer com que o profissional se enxergue como elemento principal e necessário para a continuidade da empresa. Assim, o envolvimento do trabalhador será constante durante o crescimento da companhia, que o reconhecerá pelas suas importantes contribuições.

Quando um talento é identificado, seja a partir de um processo de seleção, ou no próprio ambiente da empresa, é preciso dar importância para as expectativas desse profissional de modo que ele se sinta satisfeito e parte integrante da empresa.

Os programas de retenção de talentos oferecem várias vantagens para a organização, como, diminuição de custos, aumento de eficiência, alto nível de motivação, menor rotatividade de funcionários, profissionais qualificados, entre outras.

A gestão de recursos humanos tem importante e indispensável atuação na elaboração e implementação de um programa dessa ordem. De acordo com os critérios e necessidades específicas da empresa, será definido projetos como plano de cargos e salários, plano de carreira, plano de treinamentos e qualificações e estratégias e ações que aumentam a confiança da empresa aos olhos do profissional.

Portanto, além da devida qualificação, aprimoramento constante, dinamismo e polivalência são requisitos mínimos para ser visto como um talento e assegurar aderência aos cargos disponíveis no mercado de trabalho.

Nos encontramos na próxima edição! Bons Negócios.

Últimos posts por Eleandro Soares (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
05 dicas para gerir um negócio
Erros fatais que destroem qualquer empreendimento | Parte 01
A importância das metas para os negócios