(Imagens Ilustrativas)

No dia 17 de dezembro de 2019 aconteceu a audiência pública para a aprovação do Plano Diretor de Arborização Urbana de São Mateus do Sul. O encontro foi realizado na Câmara de Vereadores e foi aprovado pelos presentes. Agora todo corte e replantio de árvores terão como base os dados obtidos dentro do plano diretor, o mais completo do Brasil em cidades equivalentes ao tamanho de São Mateus do Sul.

Desenvolvido desde 2015, o estudo contou com a colaboração da Prefeitura Municipal e da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e atende 100% das exigências do Ministério Público do Paraná.

Segundo os dados da cartilha de boas práticas desenvolvida para a explicação do projeto, as árvores urbanas, além dos aspectos paisagísticos que proporcionam, também desempenham importantes papéis para o bem-estar dos cidadãos e na manutenção da qualidade do meio ambiente. “Não se trata apenas do plantio de árvores, mas sim do planejamento para que as cidades tenham uma arborização adequadamente compatível com seus espaços urbanos”, destaca. O projeto foi encaminhado ao Ministério Público para ser aprovado e depois publicado como lei.

Helio Toshio Sakurai, secretário de agricultura e meio ambiente, explica que o projeto possui uma excelente representação para o cenário ambiental do município. “Ficamos satisfeitos com a conclusão desse projeto. Ele não envolve apenas a área ambiental, mas a saúde pública”, diz. Foram registradas 18.184 árvores, em 286 quilômetros de via urbana catalogados em 15 bairros do município.

Dentro do material desenvolvido, existem recomendações sobre quais árvores podem ser plantadas na área urbana de São Mateus do Sul. No projeto você também encontra dicas de medições necessárias para cada porte, como distanciamento e tamanho das calçadas. Em parceria com a Copel, algumas mudas foram disponibilizadas para serem plantadas em praças do município.

Caroline Mayer é engenheira florestal da secretaria de meio ambiente e conta que já foram plantadas cerca de 100 árvores na área urbana do município, com previsão para mais 200 ainda esse mês.

Algumas árvores que podem ser plantadas na área urbana de São Mateus do Sul: pata-de-vaca; ipê amarelo, canafístula; cerejeira; erva-mate; jabuticaba; entre outras.

Há também as espécies tóxicas, que são aquelas que apresentam princípios ativos que podem causar intoxicações e irritações na pele. Essas plantas possuem elementos nocivos à saúde humana e a outros animais. Espécies: aroeira-salsa; espirradeira; cinamomo; flamboyanzinho.

Cláudia Burdzinski

Cláudia Burdzinski

Estudante de Jornalismo que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br
Cláudia Burdzinski

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
A conscientização vem de nós
Restos de folhas dão vida às árvores e flores em São Mateus do Sul
Empresas que produzem muito lixo terão que garantir destinação correta para obtenção de alvará em São Mateus do Sul
1 Comentário
  • Prof. Dr. José Sales Mariano da Rocha
    14 de janeiro de 2020 at 01:22

    Parabéns.
    Só espero que escolham árvores de excelentes Índices de Valor de Importância Ambiental (IVIA) e façam a arborização condizente com a orientação solar para usufruírem mais do efeito refrigerante no calor e aquecimento no inverno. Propus tudo isso ao Senhor Secretário de Agricultura e Meio Ambiente quando lhe apresentei a proposta do Dossiê de Ambiencia para o Município.
    É um bom Projeto. É uma pena que se trata de um Plano pontual e o Planejamento ambiental global é que realmente eleva o Município ao Primeiro mundo. Infelizmente o Sr. Prefeito, segundo o Secretário Hélio Sakurai, o Prefeito não se interessou em resolver todos os problemas Ambientais do Município.

Deixe seu comentário

*