Jornal de São Mateus do Sul (PR) e região

Projeto de lei que proíbe o uso de aparelhos celulares nas agências bancárias no município pode ser revogado

Foto: Alexandre Müller/Gazeta Informativa

O projeto de Lei nº 2.023 de 2011, que veta a utilização de telefones móveis, rádios amadores e congêneres, nas agências bancárias no âmbito de São Mateus do Sul, pode ser revogado.

Há 6 anos, o crescimento dos crimes mais cometidos no Brasil, as chamadas “saidinhas bancárias”, fez com que os líderes jurídicos percebessem a necessidade da criação de um projeto como este. Atos desta categoria são considerados uma modalidade de roubo, de acordo com o Art. 157 do Código Civil Brasileiro, onde um dos ladrões ficam dentro das agências bancárias, se passando por cliente e observando a movimentação de usuários que estão recebendo uma quantidade razoável de dinheiro. De posse dessas informações, o elemento que estaria dentro do banco repassaria as informações, por meio de celulares, para os cúmplices que estariam do lado de fora do banco, e no momento em que o alvo sai da agência bancária, passa a ser seguido pelos ladrões, que esperam o momento certo para abordar e subtrair a quantia retirada pelo cidadão.

Por conta destas “saidinhas bancárias”, em várias cidades e estados brasileiros, foram criadas leis específicas proibindo o uso de celulares nas agências bancárias, inclusive em São Mateus do Sul.

Após a criação desta lei, as agências aprimoraram seus sistemas de segurança, investindo em equipamentos e treinamento de seus profissionais, além da colocação de biombos “à boca dos caixas” impedindo, assim, que clientes pudessem ser observados enquanto provinham de suas atividades bancárias à frente do caixa.

Na última sessão ordinária da Câmara de Vereadores de São Mateus do Sul, realizada na segunda-feira (5), o projeto de autoria do vereador Nereu Dal Lago, que visa revogar a lei que impede a utilização destes equipamentos foi aprovado em segunda votação, pela maioria dos vereadores, a única exceção foi o voto contrário do vereador Geraldo de Paula e Silva, um dos precursores do projeto de lei em 2011.

De acordo com o gerente geral da agência do Banco do Brasil em São Mateus do Sul, João Francisco Rodrigues Machado Filho, todos os bancos vêm, há anos partindo para o meio digital, iniciando com a internet e a utilização de computadores, e acerca de três anos, acabaram percebendo que o celular tornou uma das principais ferramentas, superando o uso de dos computadores. “Aqui na agência, o banco já iniciou um projeto de instalação de WiFi, visando que o cliente, ao chegar na sala do autoatendimento ou no próprio celular, pode efetuar atividades como resolver seus problemas, realizar qualquer transação que antes era feita somente no caixa eletrônico, ele conseguirá efetivar via o acesso do seu celular”, comenta.

Para João Francisco, a revogação da lei só tem benefícios a trazer. “O banco aumentou a segurança, instalamos biombos dando mais segurança aos clientes que poderão executar suas operações bancárias sem as demais pessoas saberem o que, o indivíduo estará fazendo, e hoje em dia, as pessoas são mais precavidas, o município só tem a ganhar com a revogação da lei”.

João Francisco Machado, ainda ressalta: “agradeço aos vereadores pelo projeto que ocorreu e que beneficiará os munícipes e ainda incentivará o uso do celular, que é algo seguro e cada dia mais acessível. O Banco do Brasil está à disposição para atender aos clientes e dar todas as informações necessárias para a utilização dos aplicativos que visam facilitar a vida de todos”, conclui.

A lei ainda não foi revogada. O projeto está em andamento na Prefeitura Municipal e pode ser sancionado pelo prefeito Luiz Adyr Gonçalves Pereira. A Gazeta Informativa entrou em contato com o prefeito, na tarde desta quinta-feira (8), onde o mesmo afirmou que o departamento jurídico está analisando e em 15 dias úteis será decidido se a lei realmente será revogada.

Alexandre Müller

Alexandre Müller

Repórter | E-mail para contato: alexandre@gazetainformativa.com.br
Alexandre Müller
Compartilhe esta reportagem...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this page


Comentários: