O evento buscou aproximar os presentes com a identidade cristã. (Fotos: Divulgação)

Iniciou na sexta-feira (6), e teve continuidade no feriado de sábado (7), a conferência do Projeto Manifeste organizado por mais de 40 voluntários. O encontro aconteceu nas dependências do Centro Polônico Marcelo Janowski (Cepom), na Colônia Iguaçu em São Mateus do Sul, e reuniu mais de 300 pessoas durante os dias de encontro.

Lucas Ramos dos Santos foi um dos organizadores e explica que o projeto é paraeclesiástico, ou seja, não pertence apenas a uma igreja específica mas busca servir e cooperar com as igrejas locais e também àqueles que não possuem religião. “Acreditamos que as pessoas podem fazer a diferença no mundo e torná-lo um lugar melhor, por isso buscamos auxiliar no preparo dessas pessoas que serão importantes em suas áreas específicas de atuação na sociedade”, diz.

Durante o projeto, que teve como base os ensinamentos cristãos, os presentes puderam compartilhar experiências de vida, fortificar a amizade e também a admiração em Jesus. “Nossa convicção é que o relacionamento pessoal com Cristo é o que nos faz diferentes e relevantes nos locais em que estamos inseridos diariamente”, expressa Lucas.

Apresentações musicais e palestras com temas específicos fizeram parte dos dois dias de conferência, que está em sua primeira edição. Alguns líderes religiosos também estiveram presentes durante o encontro, como Ronaldo Pagliarini (Florianópolis/SC), Jonathan Krupzack (Fraiburgo/SC), Nathalia Boian e Lucas Boian (ambos de São Paulo/SP).

“Gostaria de agradecer a nossa cidade, que acredito ser um lugar cheio de potencial humano. Agradecer as igrejas locais do município e região, que tem acreditado em nós. E também agradecer a Deus, porque tudo vem da bondade Dele”, destaca Lucas.

Identidade

Kely Miranda foi uma das participantes do evento e afirma ter se surpreendido em vários momentos. “O ambiente estava muito amigável e foi possível conhecer muitas pessoas novas”, destaca a são-mateuense. Pessoas vindas de Fraiburgo, São Paulo, Curitiba, Florianópolis e União da Vitória participaram da conferência.

No encontro inúmeros temas foram abordados durante as palestras, e o que mais chamou a atenção de Kely foi a identidade cristã. “Eu nasci em um lar cristão, por isso já ouvi diversas vezes sobre este tema, mas a forma como a palestrante expressou o assunto foi único”. A jovem parabeniza a organização do evento e a disponibilidade do Cepom para que tudo saísse melhor que o esperado. “Cepom significa muito para mim, e acredito que para a nossa cidade também.”

O Projeto Manifeste foi fundado em 2014 por Lucas Ramos dos Santos, Mirian Luana Zarzycki, Mauro Macuco, Ericka Rodrigues Macuco, Felipe Ramos dos Santos e Carla Ferraz dos Santos, com associação formalizada no ano de 2016. O grupo trabalha com capacitação e treinamento interno.

Cláudia Burdzinski

Cláudia Burdzinski

Estudante de Jornalismo que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br
Cláudia Burdzinski

Últimos posts por Cláudia Burdzinski (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Os 70 anos da gruta Nossa Senhora de Lourdes em Fluviópolis
A história da igreja ucraniana Sagrada Família de São Mateus do Sul
Bispo Emérito Dom Walter Ebejer completa 90 anos

Deixe seu comentário

*