Educação e Cultura

Projetos são-mateuenses são destaque no Programa Agrinho 2018

Escolas, alunos e professores da rede municipal de ensino de São Mateus do Sul são classificados para a fase estadual do Programa Agrinho 2018. (Foto: Acervo Pessoal)

O Concurso Agrinho 2018 entrou em mais uma fase de seleção, onde os técnicos do Sistema Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-PR) e das entidades parceiras do programa estão realizando a avaliação dos 5.301 trabalhos aceitos, nas categorias redação, desenho, experiência pedagógica, relato Escola Agrinho, relatório município Agrinho e relato Núcleo Regional de Educação.

No total, o Concurso Agrinho 2018 registrou 7.003 trabalhos inscritos. Porém, após a triagem, parte foi desconsiderada por não estar de acordo com o regulamento, fazendo com que o número final ficasse em 5.301.
São Mateus do Sul foi premiado na última semana na Etapa Regional do Concurso Agrinho 2018, dentre 21 municípios da regional participante, premiando professores e alunos da rede municipal de ensino.

O Programa Agrinho leva às escolas da rede pública de ensino uma proposta pedagógica baseada em uma visão complexa, na inter e na transdisciplinaridade e na pedagogia da pesquisa, envolvendo anualmente mais de 1 milhão de crianças do ensino fundamental. O município contou com a premiação e classificação regional dos seguintes alunos e professores:

Categoria Município Agrinho: Assessoras Pedagógicas Nilva Elaine Graboski e Eliziane R. Chagas Moura;

Categoria Experiência Pedagógica: Professora Olga Graboski, Escola Municipal Prof. Durval Wolff Do Amaral;

Categoria Redação 3º ano: aluna Isadora Lepinski Madzgalla e professora Emilene Guimarães Kuligovski, Escola Municipal do Campo Anastácia Kimita de Paula;

Categoria Redação 5º ano: Aluna Eloah Andrianchyk Ramos e professora Eloiza Aparecida Andrianchyk Ramos, Escola Municipal do Campo Santo Antônio;

Categoria Redação 7º ano: Aluno Natan Gabriel dos Santos Silva e professora Ariane Renata Garcia Budnik, Colégio Estadual do Campo Anselmo Follador.

Na categoria experiência pedagógica, a professora Olga Graboski, esteve presente na segunda-feira (8), na sede do SENAR/PR em Curitiba para apresentar seu trabalho realizado junto aos alunos da Escola Municipal Prof. Durval Wolff Do Amaral, da comunidade da Vila Bom Jesus, sobre o tema: “E o sonho verde assim nasceu”, para a banca de profissionais do programa.

A cerimônia de premiação da fase regional acontecerá no dia 5 de novembro em Curitiba, momento o qual também serão divulgados os melhores trabalhos do estado do Paraná.

A SEMEC sente-se imensamente orgulhosa pelo trabalho desenvolvido em conjunto com todas as escolas municipais referente ao Programa Agrinho. “Toda a dedicação e comprometimento dos profissionais e familiares nos traz a efetivação nos resultados obtidos”, afirma a equipe.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Jovem são-mateuense de 18 anos publica livro independente de poesia
Eleitos os novos diretores das escolas estaduais de São Mateus do Sul
Guardar 13º pode representar economia em material escolar