Animais abandonados são encontrados frequentemente por pessoas dispostas a ajudá-los, porém, quando isso ocorre vem a preocupação do protetor independente: como vou pagar essa conta?

Alguns animais passam por exames e fazem tratamento curto, onde logo já estão saudáveis novamente e aptos para adoção. Mas tem alguns casos que são mais complexos, precisando de longos tratamentos ou, até mesmo, cirurgias, o que acarreta em gastos altos.

Pensando em uma maneira de ajudar não somente em seus resgates, Paula Sieben, protetora independente da causa animal, resolveu criar algo que ajude futuramente muitos casos.A Pet Rifa será uma rifa contínua que não tem data certa para o sorteio, pois ele será realizado a cada mil números vendidos, tendo como prêmio um valor em dinheiro.

O prêmio será de R$ 300,00, retirados das arrecadações dos mil reais da própria rifa. O restante será destinado para pagar contas de resgates particulares de protetores independentes, escolhido conforme a necessidade da ocasião.

Com um valor de apenas R$ 1,00 cada número, você já estará concorrendo. As vendas da Pet Rifa serão tanto no formato virtual, utilizando de transferências, como o PIX, quanto presencial. O sorteio será sempre ao vivo pela página no Instagram e lá as pessoas poderão acompanhar o andamento da Pet Rifa.

A idealizadora diz que sua meta é atingir um sorteio por semana, visando as grandes chances de levar um prêmio em dinheiro para casa. Ela também comenta sobre a facilidade, pois as pessoas não precisam sair de casa para estar concorrendo, já que podem utilizar transferências bancárias. “Apesar do prêmio ser chamativo, precisamos lembrar que, além de estar concorrendo a R$ 300,00 reais, você estará ajudando a salvar uma vida”, comenta Paula.

As vendas de bilhetes já estão acontecendo pelo Instagram e Whatsapp. Quem quiser participar, deve entrar em contato pelo perfil @petrifa_ ou pelo telefone (42) 98824-1676.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
São-mateuense Anderson Rosa ganha destaque nas eleições municipais
A renda extra do trabalho artesanal na fabricação de chocolates
Identidade étnica de descendentes de poloneses é tema de pesquisa pela federal do Paraná