Policial

Quadrilha faz família de funcionário refém para assaltar agência do Banco do Brasil de São Mateus do Sul

Nesta quinta-feira (14) a agência do Banco do Brasil de São Mateus do Sul foi alvo de um assalto. A ação da quadrilha começou na noite anterior, quando os criminosos renderam um funcionário do banco, fazendo dele e sua família (esposa e dois filhos) reféns, passando a noite toda na residência. Com as vítimas como reféns, acessaram a agência no início da manhã.

Após o roubo, a quadrilha utilizou três veículos na fuga, que seriam um Honda Civic prata, um Volkswagen Jetta branco e um Renault Duster marrom, liberando os reféns logo em seguida. A polícia deu início às buscas, acionando equipes de toda a região.

Quem souber de alguma informação ligar rapidamente para a PM via 190.

Entenda como tudo aconteceu

A Polícia Militar de São Mateus do Sul é informada por volta das 11 horas e 10 minutos, pelo gerente da agência do Banco do Brasil, de que um grupo com oito elementos armados com fuzil durante a noite de quarta-feira (13), por volta das 21:00 horas, invadiram a residência do tesoureiro da instituição, fazendo dele e sua família (esposa e filhos) reféns, passando a noite toda na residência.

Por volta das 08:00 horas de quinta-feira (14), um dos elementos armado com uma pistola, se deslocou juntamente com o tesoureiro até o Banco, e foram sendo convocados os demais funcionários para comparecer a agência, onde simularam uma reunião, com a chegada dos funcionários e vigilantes foram todos rendidos sob ameaça de morte dos familiares do tesoureiro caso houvesse algum tipo de reação ou contato com a Polícia. Os vigilantes tiveram que entregar as munições das armas e mantê-las nos coldres, e orientados para que agissem normalmente como se nada tivesse acontecido. Para atendimento aos clientes era passado a informação de que o sistema da agência estava com problemas e que iria retornar o atendimento somente após as 11 horas e 30 minutos.

Os funcionários, principalmente da parte externa (caixas eletrônicos), também foram orientados para o atendimento normal.

Segundo gerente, diante da ameaça de arma de fogo e ameaça aos familiares do tesoureiro, foram obrigados a abrir o cofre principal e entregar todo o dinheiro existente (quantia ainda não revelada).

O assaltante permaneceu no interior da agência até as 09 horas e 55 minutos, de posse do dinheiro e após estabelecer contato via celular com elemento do grupo, que estava fora da agência, desceu até o piso térreo (entrada da agência), momento em que estacionou um veiculo Volkswagen Jetta branco, teto solar, e mais um Honda Civic, prata, placas JXN 5562, o elemento adentrou em um dos veículos, tomando rumo ignorado, posteriormente após a liberação dos reféns na Colônia Cachoeira, próximo a Incepa, juntamente com o carro Duster do tesoureiro.

O gerente do Banco do Brasil comunicou o Comitê de Política Monetária (Copom) sobre o ocorrido, a polícia militar solicitou apoio da Polícia Civil, Polícias Rodoviária Estadual e Federal de São Mateus do Sul, policiais da região sul do Paraná e Planalto Norte Catarinense.

No local do crime foi feito levantamento e entregue a Polícia Científica.

Através do sistema de monitoramento de câmeras da cidade, foi possível notar que os veículos tomaram sentido BR-476, rodovia do xisto, sentido Curitiba.

Em entrevista a Rádio Difusora do Xisto ao repórter Carlos Alberto, o Delegado Chefe da Polícia Civil do Paraná, Dr. Júlio Reis, afirmou que foi designado o Grupo Tigre para auxiliar nas investigações.

Fotos: Gazeta Informativa
Fonte: Rádio Difusora do Xisto

Redação

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Morre aos 82 anos o empresário Walter Santos Giazzon vítima de infarto
Irmãos são assassinados no interior de São Mateus do Sul
Homem de 68 anos é encontrado morto em tanque na propriedade da família