Especial

Quais seus planos com a chegada de 2019?

Esperança de renovação e mudanças motivam são-mateuenses. (Foto: Alexandre Müller/Gazeta Informativa)

Com a passagem de ano o momento para a grande maioria das pessoas é considerado de renovação e transformação em vários elos diários como família, profissão, negócios, economia e o amor. Tempo o qual fazemos inúmeras promessas que servem como combustível para encarar o novo ano.

Momento propício para que façamos um balanço do que passou, dos aprendizados e mudanças, e definir o que se quer para o novo ano. Para muitos, janeiro é o mês do planejamento.

O ano de 2019 chega com a esperança de um ano promissor e segundo a numerologia, pseudociência ou onomástica que recorre à simbologia dos números e à operações matemáticas para interpretações, será um ano de expansão.

De acordo com a numerologia, 2019 será simbolizado pelo número “3”, gerado pela soma dos algarismos que compõem o ano vigente, ou seja, 2+0+1+9 = 12. A fim de reduzir este número a apenas um algarismo, se faz uma nova soma do resultado: 1+2= 3, que se associa com a comunicação, a expressão, a expansão, a criatividade e a sociabilidade. Na espiritualidade, o número três é visto como o poder da unidade entre a mente, corpo e espírito.

A equipe da Gazeta Informativa conversou com a psicóloga Vania Kwiatkowski Leal sobre a necessidade do ser humano fazer no início de cada ano um momento de planejamento e incorporação de metas, que muitas vezes não são concretizadas ao longo do ano que perdura.

Segundo Vania, ultimamente as inúmeras transições que fazemos durante a vida perderam um marco. Rituais que antigamente representavam de maneira significativa as mudanças que passamos, como por exemplo, baile de debutantes para apresentação à sociedade da nova moça da família, não são mais comuns. Porém, esses rituais são necessários para simbolizar encerramentos e aberturas de ciclos.

Vania relata que o réveillon é um desses ritos de passagem. Por isso com ele vem a necessidade de iniciarmos novos ciclos, pois nossa energia é movimentada para deixarmos para trás determinadas situações. Mas tal ritual somente é válido quando esse movimento é realmente interno. “As pessoas desejam ardentemente mudar sua vida, mas dificilmente se propõem a modificar-se. Se não houver esforço para sair da zona de conforto e se transformar, não haverá mudança. Isso tudo traz sofrimento, e nem sempre as pessoas estão dispostas a enfrentá-lo, por isso os planos feitos na virada de ano nem sempre se concretizam.”

O “ciclo de um ano” expressa a renovação do tempo, e por isso as pessoas fazem tantos planos para o ano novo, mas o movimento precisa ser interno e intenso para que possam ser realizados. O problema é que raramente as pessoas conseguem concretizar seus planos ao longo do ano, chegando ao final dele novamente sem materializar o que ansiavam.

Seja por falta de motivação, de praticidade ou de foco, é comum chegar ao último dia do ano e perceber que as coisas aconteceram como sempre acontecem, sem tantas mudanças, e não houve nada de realmente novo além da folha do calendário.

De acordo com a psicologia o próprio fato de planejar já é positivo, pois envolve uma reflexão sobre a situação atual e o que se passou, além de uma tomada de consciência sobre aspectos da vida a serem melhorados.

Renovação é um substantivo utilizado com bastante frequência a cada final de ano. Quando um ano chega próximo do fim e outro está prestes a iniciar, as pessoas começam também a renovar suas esperanças, seus sonhos e expectativas. Esse é um ato salutar e positivo, pois traz à vida o pensamento de algo novo e melhor.

Muitos internautas da Gazeta Informativa elencaram que possuem várias expectativas sobre o novo ano e que sim, planejam inúmeras ideias para 2019, destacando principalmente melhorias profissionais e capitais, não deixando a saúde de lado. As perspectivas equivalem também para a amplitude de benefícios para o município e para o país, como o fim da corrupção e a melhoria na economia, gerando empregos.

Portanto, a dica é fazer os planos e não esquecer deles, por mais difíceis que possam ser, darão a motivação necessária para que o ano seja um dos mais importantes da vida de cada um. Para que 2019 seja especial cada um tem de fazê-lo especial para si mesmo.

Colaborador

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Nostalgia e boa música marcaram o 3º Encontro dos Carros Antigos em São Mateus do Sul
A originalidade da arquitetura são-mateuense – Parte I
Samas Bier: o 1º Festival de Cerveja e Gastronomia em São Mateus do Sul acontece no sábado

Os comentários estão fechados