Arquitetura, Urbanismo e Design

Retrofit de edificações

Quando uma construção é realizada, ela visa atender as necessidades dos habitantes da época em que a edificação foi construída, porém, com o passar dos anos aquela edificação pode acabar perdendo as suas funcionalidades e não atender mais as necessidades atuais, também precisando se readequar as normas e exigências técnicas que evoluem com o passar dos anos, então, pode ser realizado o retrofit do edifício.

Retrofit aplica-se ao processo de revitalização de edifício, esse termo vem das junções de “retro”, uma expressão latina que significa “movimentar-se para trás” e “fit”, uma expressão inglesa que significa “adaptação” ou “ajuste”, sendo assim, quando falamos em fazer um retrofit em alguma edificação, significa fazer uma revitalização, preservando os aspectos originais da obra, de acordo com as necessidades, exigências e parâmetros atuais.

Não podemos confundir o retrofit com a reforma ou a restauração, por mais que sejam parecidos em sua essência. A reforma nada mais é que a realização de melhorias na edificação, sem compromisso com as características anteriores daquela obra, a restauração é a restituição do imóvel às suas condições originais, ou seja, é um conjunto de atividades que visam restabelecer danos decorrentes do tempo, já o retrofit, como citado acima, é a revitalização, a conciliação de ambos. O retrofit é a renovação e a manutenção, ou seja, mantém as características e moderniza o edifício, aumentando também a sua vida útil.

Qualquer edifício, seja residencial ou comercial, pode passar por um retrofit, mas também, não se limita a apenas uma única edificação, o retrofit pode ser aplicado em uma escala maior, como uma revitalização urbana, abrangendo até mesmo um bairro inteiro.

Um exemplo recente de aplicação de retrofit, foi na Copa do Mundo de Futebol de 2014, realizada aqui no Brasil, onde os estádios existentes passaram pelo retrofit. Receberam adaptação de estruturas, adequações, normas de acessibilidades, novas fachadas, sistemas de ar-condicionado, troca e colocação de elevadores e todas as outras adequações para revitalizar esses estádios.

Para realizar um retrofit, há a necessidade de se fazer um estudo com um profissional capacitado, que analisará a viabilidade de emprega-lo.

Fonte: PINI, UFJF.

Últimos posts por Rafael Ribacz Ramos (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Construção Energitérmica Sustentável – Light Steel Framing
O projeto arquitetônico e suas etapas
Zoneamento