(Divulgação)

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) informou nesta segunda-feira (13), o reajuste 12,13% na conta de água e esgoto, que iria entrar em vigor no próximo dia 17. A decisão foi tomada após uma medida cautelar do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), que emitiu um comunicado de irregularidade no dia 6 de maio. No relatório, foi apontado que o reajuste é uma “aberração travestida de uma teia de números, que visam distribuir lucros aos acionistas”.

Ainda no documento, feito pela Segunda Inspetoria de Controle Externo (2ª ICE) do TCE-PR, desde o reajuste feito em 2017, a Sanepar acumula aumento tarifário de 27,92% enquanto, no mesmo período, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação, foi de 12,06%.

De acordo com a análise da 2ª ICE, enquanto em 2014 foram distribuídos aos sócios lucros de aproximadamente R$ 200 milhões, em 2018 os valores ultrapassaram os R$ 423 milhões, segundo informam os próprios relatórios da Sanepar.

Reação

Em um comunicado feito aos acionistas, a Sanepar disse que tomará as providências necessárias para restabelecer “seu direito ao alusivo reajuste” autorizado pela Agepar.

Fonte: Rádio Difusora do Xisto

Redação do jornal Gazeta Informativa

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Morre Jorge Train, ex-prefeito de Antonio Olinto
São-mateuense que ficou tetraplégico após acidente precisa de doações
Maio começa com bandeira tarifária mais cara para a conta de luz

Deixe seu comentário

*