(Divulgação)

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) informou nesta segunda-feira (13), o reajuste 12,13% na conta de água e esgoto, que iria entrar em vigor no próximo dia 17. A decisão foi tomada após uma medida cautelar do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), que emitiu um comunicado de irregularidade no dia 6 de maio. No relatório, foi apontado que o reajuste é uma “aberração travestida de uma teia de números, que visam distribuir lucros aos acionistas”.

Ainda no documento, feito pela Segunda Inspetoria de Controle Externo (2ª ICE) do TCE-PR, desde o reajuste feito em 2017, a Sanepar acumula aumento tarifário de 27,92% enquanto, no mesmo período, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação, foi de 12,06%.

De acordo com a análise da 2ª ICE, enquanto em 2014 foram distribuídos aos sócios lucros de aproximadamente R$ 200 milhões, em 2018 os valores ultrapassaram os R$ 423 milhões, segundo informam os próprios relatórios da Sanepar.

Reação

Em um comunicado feito aos acionistas, a Sanepar disse que tomará as providências necessárias para restabelecer “seu direito ao alusivo reajuste” autorizado pela Agepar.

Fonte: Rádio Difusora do Xisto

Redação do jornal Gazeta Informativa

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
A história de um pai que é feito do amor sanguíneo e do amor de coração
Movimento católico do Terço dos Homens cresce cada vez mais em São Mateus do Sul
Prefeitura de São Mateus do Sul adere às redes sociais

Deixe seu comentário

*