Claudia Ferreira Bello guarda consigo bonecas especiais que trazem boas lembranças. (Fotos: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

“Se alguém quer me ver feliz, é só me presentear com uma boneca”, afirma Claudia Ferreira Bello, que hoje possui uma coleção com mais de 150 bonecas em um quarto dedicado especialmente para elas em sua casa. Do seu total, 101 estão nas embalagens originais, além das que ela guarda desde a infância. “Algumas crianças sabem dessa minha paixão e me trazem de presente suas próprias bonecas”, conta.

Tudo começou em 2011 quando seu pai, Claudio Ferreira Bello (em memória), iniciou a primeira coleção de bonecas da marca Milk. Após o falecimento do pai em 2013, a são-mateuense continuou a coleção como forma de homenagear essa paixão que cresceu em conjunto. “É até engraçado, mas comecei oficialmente a colação depois de ‘grande’”, diz. Ela coleciona bonecas no estilo “bebê”.

Quem conhece a simpatia de Claudia percebe que hoje ela é uma mulher que não se preocupa com os comentários que surgem sobre essa paixão. Bonecas de todos os tamanhos e cheirinhos estão presentes pelas paredes e cômodas do seu quarto. “Quem me conhece sabe que não gosto de ganhar de presente roupas e sapatos. Gosto mesmo é de boneca”, garante. Dessa forma, seja em datas comemorativas ou apenas um presente como forma de lembrança, que familiares e amigos vão até a sua casa com uma caixa de boneca.

Claudia guarda com carinho uma de suas primeiras bonecas, presente da madrinha que ganhou aos 4 anos. Há também as especiais como a que seu pai encontrou em um lixo quando trabalhava como coletor e também a última boneca que ele lhe presenteou semanas antes de falecer. “É um sentimento que não tem preço.”

Mensalmente ela guarda parte de seu salário para a compra de mais bonecas para a coleção. Algumas visitas são especiais e vão para conhecer a coleção e relembrar o tempo de infância. “Se você tem um sonho, não desista dele. Siga em frente pois a felicidade é a gente que constrói. Felicidade é lutar pelos nossos sonhos. Meu quartinho é pequeno mas é especial pois ali eternizo o amor pelo meu pai.”

Como as bonecas surgiram?

Elas são um dos brinquedos mais antigos e mais populares do mundo, que reproduz as formas humanas ou de personagens da ficção. Na maioria das culturas as bonecas estão associadas ao universo feminino, mas posteriormente deram origem aos bonecos, que são associados aos meninos.

Os registros das primeiras bonecas datam de 5 mil anos atrás, na Civilização Babilônica e no Egito Antigo, onde elas eram feitas em madeira e tinham um significado místico, sendo colocadas nos túmulos das crianças. Para alguns, serviria para a criança brincar após a morte e, para outros, para trabalhar para a criança, tendo função semelhante às estátuas Uchebti.

Já na Grécia Antiga, as bonecas faziam parte de rituais que ocorriam antes do casamento. A noiva entregava suas bonecas à deusa Ártemis, como símbolo do fim da infância.

A utilização comercial das bonecas teve início na Alemanha, durante o século XV, e isso serviu para aumentar a fabricação e acelerar a entrada de inovações nessa produção.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Depois de 66 anos, 1ª banca de jornal fundada em São Mateus do Sul encerra suas atividades
Reunião esclarece o andamento da construção do novo hospital
UNIUV promoverá na próxima terça-feira a IV Mostra de Inovação e Marketing Empresarial em São Mateus do Sul