Educação e Cultura

São-mateuense conquista segundo lugar em festival de música da Uniuv

Foto: Thaina da Cruz

Foto: Thaina da Cruz

Aliar o aniversário do Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv) a um evento aberto a comunidade da cidade e da região, fomentando a cultura através de um show realizado por talentos da própria instituição. Essa é a intenção do Set List Show, evento que ganhou sua segunda edição na sexta-feira (23/09), fechando as comemorações dos 42 anos da universidade.

Neste ano, o evento contou com nove participantes, cantando músicas dos mais diversos gêneros, além de apresentação do cantor e jurado do Set List Show, Roberto Bona, que abriu o show, e da performance realizada pelos professores da Uniuv e também jurados Wanilton Dudek, Alison Klein e Luiz Carlos Storck Junior. A mesa de jurados também contou com a presença do reitor da instituição, Alysson Frantz. A apresentação do show ficou mais uma vez a cargo do vice-reitor, Lúcio Passos.

Segundo Frantz, a segunda edição do Set List Show foi marcada pelo alto nível dos participantes, pela organização da estrutura e também pela participação da comunidade, que lotou o Cine Teatro Ópera. “O resultado do evento foi excelente. O Set List Show se transformou em um verdadeiro sucesso. Acredito que a participação, seja dos candidatos, seja dos familiares, seja do público acadêmico, assim como de toda a sociedade, superou nossas expectativas”, comenta.

Neste ano os candidatos realizaram três ensaios antes da apresentação final: duas no estúdio de rádio da universidade, e um último ensaio no próprio Cine Teatro Ópera, na quinta-feira (22). Para Frantz, essa organização contribui para que os participantes pudessem realizar uma performance melhor na noite do evento. Prova disso foi a disputa acirrada, que teve como vencedores em 1º lugar Nathalia Olivia (Coltec), 2º lugar Jéssica Franco (Administração – São Mateus do Sul) e 3º lugar Willian Costa (Odontologia).

Nathalia conta que resolveu se inscrever no Set List Show para perder a vergonha de apresentar-se para um grande público, e que os ensaios anteriores ao evento serviram para deixar os candidatos animados e confiantes. “Ganhar foi uma surpresa, pois eu me senti orgulhosa apenas de conseguir subir no palco e me apresentar. Os candidatos eram de um nível altíssimo e eu logo de cara percebi que a disputa seria acirrada. Não consigo expressar em palavras a emoção que senti quando ouvi meu nome e a vibração de todos que torciam por mim. Foi um momento único”, relata.

Evento já consolidado, o Set List Show poderá ter em seu futuro, segundo Frantz, etapas públicas de qualificação e até mesmo transmissão ao vivo. “A Uniuv faz aniversário e presenteia a sua população com o Set List, mostrando os talentos musicais que frequentam a instituição. Então, no futuro, queremos dar proporções ainda maiores, e trazer muitas surpresas”, declara.

Além de ser um evento cultural aberto ao público, o Set List Show também se destaca pela questão beneficente, pois para ter acesso ao espetáculo fazia-se a doação de um quilo de alimento, ou de um litro de óleo. No total foram arrecadados 31 quilos de alimentos e 241 litros de óleo, que foram entregues nesta semana para a Casa de Apoio Amor Fraterno.

Para Frantz, o sucesso do evento se deve a participação de uma grande equipe, que trabalhou na concepção da ideia, na preparação do Set List Show, nos ensaios e na realização do show, além da participação dos acadêmicos e da comunidade. “Nós não poderíamos fazer um festival de música se não tivéssemos acadêmicos inscritos para participar, e esse ano o número de inscrições foi maior que o ano passado. E o público. O público acadêmico, o público da sociedade que participou do evento, que realmente o brindou com seus aplausos, com sua participação. Então fica o agradecimento da Uniuv para todos”, completa.

O Set List Show contou com o apoio da Polenta Records, Porão Discos, Diretório Acadêmico Trinta de Abril e Banda Tulipa.

Talento são-mateuense

A bela, carismática e talentosa cantora são-mateuense, Jéssica Martins Franco, de 23 anos, conquistou o segundo lugar no festival interpretando a música “Wrecking Ball” de Miley Cyrus. “Me surpreendi com a minha apresentação, me preparei bastante, e o resultado foi muito além do quec eu tinha imaginado. O coração foi a mil. Apesar de ser de fora, fui muito bem recebida pelo público. O segundo lugar valeu como se fosse o primeiro, fiquei imensamente feliz, pois o nível dos competidores era altíssimo. Ouvir todos os aplausos, gritos, abraços é o que faz tudo valer a pena. E além de tudo fiz amigos”, comenta emocionada.

Atualmente, Jéssica trabalha como costureira e cursa o segundo semestre de administração no campus da Uniuv em São Mateus do Sul. “Trabalho o dia todo, e vou direto pra faculdade. Não é nada fácil. Mas, temos que correr atrás dos nossos sonhos”, comenta.

Jéssica relembra que leu sobre o evento no site da instituição, e resolveu saber mais. “A galera do núcleo de São Mateus do Sul, não costuma interagir com o polo de União da Vitória. Mas, resolvi me inscrever, além da vontade de mostrar meu talento, para integrar os dois polos tão distantes e mostrar para todos que a nossa cidade tem mais talento e mais poder do que imaginam”.

Jéssica conta que começou a cantar na infância, inspirada por filmes da Disney. “Ouço todo tipo de música, mais o que me encanta são as gospel e pop internacional, nas quais tenho grandes cantoras como referência. Minhas primeiras experiências foram no louvor da igreja na qual congrego. Trabalho também como freelancer (backing vocal) de um cantor local. Esse ano com a insistência de amigos, resolvi me inscrever no The Voice Brasil. Não fui chamada dessa vez, mais não vou desistir dos meus sonhos”, conclui.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Colégio Estadual São Mateus conta em seu espaço com uma ampla sala de jogos e lazer
Terezinha Bueno se aposenta da diretoria do Colégio Profª Zuleide Samways Portes
Grupo de dança Ceju LKM leva 14 prêmios em festival de Cruz Machado

Os comentários estão fechados