Especial

São-mateuense fará participação em filme à nível nacional

Felipe Santos Cordeiro começará as gravações do filme “O Grande Vencedor” no começo desse ano. O longa-metragem tem previsão de estreia para o segundo semestre de 2018. (Foto: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

O são-mateuense Felipe Santos Cordeiro tem apenas 18 anos e já está em busca do sonho de fixar suas qualidades pessoais e profissionais nas telas e filmes brasileiros.

Sendo um jovem de família humilde, o sonho em melhorar a qualidade de vida de seus familiares sempre esteve presente no seu dia a dia, onde através de motivações e incentivos, o ajudam na batalha em busca desse propósito.

“Como muitos meninos, meu sonho era ser um jogador de futebol. Eu estava participando de um campeonato aqui da região, até que rompi um ligamento no joelho e isso me prejudicou para seguir atuando na profissão”, conta. Felipe comenta que até então, os campos de futebol eram o seu único ideal para melhoria de vida.

Depois desse episódio, Felipe recebeu um convite através de uma empresa de fotografia são-mateuense para atuar como modelo de portfólio para a divulgação do trabalho do fotógrafo, e até então quem nunca havia trabalhado em frente às câmeras, teve sua primeira oportunidade, com 16 anos.

Após a divulgação das fotos em redes sociais próprias, surgiu convites de lojas e outras empresas para usarem Felipe como modelo fotográfico, “fui chamado em algumas agências, mas pela condição financeira não pude continuar o trabalho como modelo profissional”, diz.

A exigência por investimentos não desanimou o são-mateuense, que através da força de vontade, continuou realizando os trabalhos como modelo sem ser agenciado. Após efetuar alguns cursos preparatórios sobre desfiles, Felipe enfatiza, “eu era um rapaz muito tímido até então, mas isso ficou de lado depois que comecei a realizar e trabalhar diretamente com isso”.

A participação no filme “O Grande Vencedor”

Como a clássica frase, “quem não é visto não é lembrado”, Felipe alcançou através de sua imagem uma oportunidade única e gratificante para quem pensa em trabalhar como ator: a participação em um longa-metragem à nível nacional.

Todo esse processo de seleção aconteceu através de sua rede social pessoal, que com a divulgação de todos os trabalhos já realizados em fotos, fez com que André Elias, diretor e roteirista do filme enxergasse uma oportunidade para o jovem rapaz.

“Eu nunca havia parado para pensar em ser ator, até porque vejo que aqui em São Mateus do Sul existe pouquíssimas oportunidades nessa área”, expõe. Felipe comenta que quando viu a mensagem do diretor paranaense imaginou que fosse uma notícia falsa, “até que ele me comentou que eram raríssimas empresas que realizam esse tipo de trabalho no Brasil, e que ajudam pessoas desse ramo”.

Indo até a capital paranaense para uma reunião de elenco do filme, Felipe conheceu sobre a história e percebeu a realidade de trabalho por traz da produção. “O Grande Vencedor” abordará temas relevantes na sociedade atual, e tem como ideia reunir pessoas de diversas áreas da atuação, independente de idade ou classe social.

O projeto e roteiro do filme já está repercutindo nacional e internacionalmente, através da mídia escrita, falada e televisada, e tem previsão de estreia para o segundo semestre de 2018. Um dos intuitos do longa é emocionar e causar a inspiração para milhões de brasileiros, com mensagens de fé, esperança, amor e determinação.

As gravações já estão sendo realizadas desde o final de 2017, e Felipe começará a gravar no começo de 2018. As cidades escolhidas para ilustrarem a fotografia do filme são Curitiba, Litoral e Norte do estado do Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis e demais cidades.

Pela questão de sigilo de informações, Felipe não pode divulgar o papel que por ele será exercido, mas garante que o filme trará uma mensagem positiva para a realidade vivida pelos brasileiros.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
José Maria França: o ícone da música são-mateuense deixou saudade, mas sua história continua viva no coração de familiares e amigos
Bailarina de São Mateus do Sul conquista 2 prêmios internacionais e 1 nacional
Menina de 8 anos se torna astrônoma mais jovem do mundo