Policial

São-mateuense morre em acidente em Curitiba

O são-mateuense e técnico de TV, Vandré Evandro Ferreira, de 39 anos, morreu em um acidente na noite de terça-feira (24), após ser atingido frontalmente por um veículo Logan, que vinha no sentido contrário. O acidente foi registrado na Linha Verde, em Curitiba.

Ele conduzia um Ford Ka e morreu na hora, e os ocupantes do Logan, um homem e quatro mulheres fugiram do local. O veículo Renault Logan era do motorista do Uber Ricardo Habitzreuter, de 26 anos, encontrado morto na Represa do Passaúna pela manhã.

Vandré trabalhou por muitos anos na RIC TV Record. Ele trabalhava na área técnica, em transmissões ao vivo na maior parte das vezes. Atualmente, trabalhava também na área técnica da TV mantida pela Igreja Universal, em Curitiba.

Ele era casado, pai de duas filhas, de 4 e 13 anos.  Filho de Vande e Emília, irmão do Jéssimo e Jefferson Ferreira, moradores da Vila Amaral. O velório aconteceu na chácara da família em Rio da Várzea, Agudos do Sul.

Entenda o caso

uber-des-300x125.jpg

O veículo Renault Logan, que atingiu o Ford Ka conduzido por Vandré, pertencia ao motorista de aplicativo Uber, encontrado morto na Represa do Passaúna, Ricardo Habitzreuter, de 26 anos. O rapaz foi encontrado com as mãos amarradas por moradores da região. O corpo foi reconhecido pelos familiares durante a tarde, por volta das 16 horas. O carro que o motorista trabalhava não tinha sido encontrado.

Horas depois, o carro do Uber provocou um grave acidente na BR -476, no bairro Pinheirinho, na Linha Verde. Ele trafegava sentido Curitiba, cruzou o canteiro central e atingiu um Ford Ka, conduzido por Vandré Evandro Ferreira, 38 anos, que morreu na hora. Outro carro também foi atingido, mas o motorista saiu ileso.

Mesmo com o carro roubado do Uber, os cinco suspeitos – um homem e quatro mulheres – conseguiram sair e fugir do local. O policial rodoviário federal Ricardo Pascoalini disse que o acidente fatal teve uma colisão muito violenta. “O Logan perdeu o controle do veículo, colidiu com a mureta central e foi projetado na faixa contrária e bateu frontalmente contra o Ford Ka, onde o motorista morreu na hora. Depois ele também colidiu contra um Gol, capotou e parou de rodas para cima. Acidente grave, esse Logan é roubado, é o carro do motorista do Uber”, descreveu.

O motorista do Gol, que não teve ferimentos, disse que o Logan estava em alta velocidade. “Eu estava descendo sentido Ceasa, ele estava muito rápido, saiu de trás de um carro e quando mudou de faixa se perdeu, bateu na mureta e deu de frente contra o carro que estava na minha frente. Me pegou também porque rodou. O motorista do carro pediu socorro, mexeu a mão, mas o carro não abria, a gente pedia para ele ter calma que os bombeiros já iam chegar”, lembrou o motorista.

O Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba foi acionado e recolheu o corpo do motorista do Ford Ka, que não resistiu aos ferimentos. O caso será investigado pela Delegacia de Delitos de Trânsitos (Dedetran) e também pela Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV).

Fonte: Rádio Difusora do Xisto, com informações Massa News e Banda B

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Veículo pega fogo em São Mateus do Sul
Jovem está desaparecido em São Mateus do Sul
Ladrões invadem residência de organizadores da 20º Festa da Uva