Gabriel Guimarães participou do programa Jovem Destaque, promovido pelo Rotary Club São Mateus do Sul – Xisto do Iguaçu. (Fotos: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

O são-mateuense Gabriel Guimarães, de 17 anos, que estava realizando intercâmbio de um ano nos Estados Unidos voltou para casa no dia 19 de junho. “Foi uma experiência que ficará para sempre em minha vida”, afirma Gabriel, que participou do Programa Identidade, transmitido pela página do Facebook da Gazeta Informativa no último sábado, dia 22 de junho. Nascido no distrito de Fluviópolis, Gabriel foi recepcionado no aeroporto por familiares que estavam ansiosos pela sua chegada.

Para a realização de sua viagem Gabriel contou com a ajuda e apoio do Rotary Club São Mateus do Sul – Xisto do Iguaçu, que fez a mediação do intercâmbio através do programa Jovem Destaque, que incentiva adolescentes proeminentes na sua comunidade. Nessa modalidade, o distrito e o clube dividem entre si os custos que de outra forma deveriam ser cobertos pela família do intercambista. De acordo com Ieda Maciel da Rosa Ballin, atual presidente do Rotary, o grupo planeja trazer novamente nos próximos anos o programa Jovem Destaque para São Mateus do Sul, pois o reconhecimento e crescimento pessoal são visíveis na vida do adolescente. “É um orgulho para nós do Rotary vermos o quanto Gabriel aprendeu e cresceu nesse um ano fora”, comenta Ieda.

Em todo tempo em outro país, o jovem ficou hospedado na casa de três famílias rotaryanas, responsáveis por sua estadia. “Me acostumei rápido com a rotina fora, e já estou com muitas saudades dos meus ‘pais e irmãos’ que me adotaram todos esses meses”, admite Gabriel, que afirma que irá voltar um dia para visitar todos eles.

Na foto, da esquerda para direita: Adriane Santos – responsável pela documentação que levou Gabriel para o intercâmbio –, Gabriel Guimarães e Ieda Maciel da Rosa Ballin.

Dentre as principais experiências vividas, o são-mateuense explica que se comunicar com a língua estrangeira foi uma de suas principais dificuldades no início. “Principalmente nos três primeiros meses”. Com a ajuda do Google Tradutor e também do acompanhamento das famílias e novos amigos do Rotary, Gabriel foi aperfeiçoando a língua estrangeira, e confessa que chegar no Brasil e falar o português novamente foi motivo de confusão nas primeiras horas.

Quando estava nos Estados Unidos, Gabriel apresentava o Brasil para seus colegas de turma e encontros entre intercambistas. “Era engraçado pois o pessoal de fora pensa que no Brasil só tem praia e é calor. Quando contei que vinha de um distrito no interior e apresentei a erva-mate e nossas tradições, o pessoal se impressionava”, conta. O são-mateuense também preparou para seus novos amigos o famoso brigadeiro brasileiro. Na volta para casa, Gabriel trouxe na bagaram um livro com todo o seu tempo de intercâmbio e muitas experiências de vida.

Gabriel Guimarães ganhou de presente um livro que mostra toda sua experiência fora do país.

Dias após sua chegada em São Mateus do Sul, Gabriel, que é aluno do Colégio Professor Eugênio de Almeida, realizou algumas apresentações mostrando suas experiências no país norte-americano à convite da diretora Marta Regina Centa, que agradece a parceria do Rotary com a instituição.

O intercambista participou do Programa Identidade, na página da Gazeta Informativa no Facebook. Acesse e acompanhe!

Estudante de Jornalismo que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Jornalista polonês que chegou em São Mateus do Sul de bicicleta busca encontrar seus antepassados da família Toporowicz, Huk e Grabowski
A originalidade da arquitetura são-mateuense – Parte V
São-mateuenses enfrentam mais de 1,8 mil metros de altitude

Deixe seu comentário

*