Religiosidade

São-mateuenses caminham mais de 100 km em romaria até o Santuário de Mafra

Os peregrinos saíram no dia 9 de outubro e chegaram no dia 12 no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em Mafra – Santa Catarina. O grupo do terço dos homens tem participantes de todas as idades. (Foto: Acervo Pessoal)

Dezesseis são-mateuenses saíram de São Mateus do Sul no dia 9 de outubro rumo ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida em Mafra – Santa Catarina. O grupo, organizado pela equipe do terço dos homens da Igreja Nossa Senhora da Rosa Mística, da Vila Pinheirinho, chegou ao destino no dia 12 de outubro, caminhando 106 quilômetros.

João Roberto Bianek, João Aldo Welk, José Everaldo Welk, Antonio Polak, Sebastião Joel Walter, Fernando Roiko, José Edilsom Cavalheiro, Antônio Hélio Cavalheiro, Antônio Carlos Costa, Antonio Eraldo Welk, Luiz Fernando Langaro Roiko, Gabriel Cavalheiro de Lima, Euler Cavalheiro, João Élcio Cavalheiro, Valmir Ferreira das Chagas e Simão Hodovane foram os peregrinos.
De acordo com Antônio Carlos de Almeida Costa, coordenador do grupo, além dos participantes da igreja do bairro da cidade, membros do terço dos homens da comunidade da Divisa também participaram da longa caminhada de fé. “Quero deixar meu agradecimento especial para o Ernesto Ronconi, que nos ajudou alguns dias antes a fazer a rota até o nosso destino”, diz Costa.

Os são-mateuenses foram recepcionados pelas capelas situadas em São Mateus do Sul, Antonio Olinto, Lapa, Rio Negro e Mafra, que receberam os peregrinos com refeições e muita admiração. As igrejas também serviam como hospedagem para eles. “É um sentimento inexplicável. No caminho tivemos momentos de descontração, oração e superação”, afirma Antônio. Ele também comenta que Ederval Gaensly, que realizou o “Caminho da Fé”, até o Santuário de Nossa Senhora Aparecida em São Paulo, repassou algumas dicas para grupo que possuía homens de todas as idades.

Além dos cajados que ajudaram no momento de grandes subidas, os peregrinos também contaram com duas camionetes de apoio, que levavam água e alimentos para os participantes. A chegada emocionou a todos, que em meio às lágrimas, fizeram um agradecimento especial para Nossa Senhora Aparecida, na data comemorativa à padroeira do Brasil. “Nossas esposas também incentivaram muito, nos ajudando em toda nossa caminhada”, afirma Antônio.

Os peregrinos planejam outras caminhadas e convidam os outros grupos do terço dos homens para essa experiência de fé. Para mais informações sobre o grupo da Igreja Nossa Senhora da Rosa Mística, participe de um encontro, que acontece toda terça-feira, às 19h.

 

O que é uma romaria?

A romaria é uma viagem a lugares santos e de devoção, empreendida por aqueles que desejam pagar promessas, rogar por graças ou revelar sua gratidão pelos desejos realizados. As pessoas normalmente se agrupam para realizar esta jornada e seguem a pé ou em veículos diferentes. A expressão “romaria” provém de uma alusão à cidade de Roma, matriz da Igreja Católica Apostólica Romana, portanto ela se aplica particularmente às viagens católicas aos recantos sagrados.

Estudante de Jornalismo que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
A simplicidade no caminho de encontro ao amor de Deus
Celebrações especiais e teatro ao ar livre marcarão a Sexta-feira Santa no município
Dedicação e amor ao próximo são prioridades nos sábados pela Igreja Adventista do Sétimo Dia

Os comentários estão fechados