Especial

São Mateus do Sul será representado no Miss Trans Paraná 2018

Josiela dos Santos ganhou o primeiro lugar do Miss Trans Santa Catarina 2017. Em 2018, ela escolheu o município de São Mateus do Sul para representar o concurso no estado do Paraná. (Fotos: Acervo Pessoal)

Natural de Canoinhas – Santa Catarina, Josiela dos Santos, de 23 anos, representará o município de São Mateus do Sul no concurso de Beleza Miss Trans Paraná 2018, que acontecerá no dia 20 de novembro, na capital Curitiba. O concurso será transmitido na página oficial do concurso no Facebook.

O Miss Trans irá eleger a transexual mais bela do estado do Paraná, na garantia dos direitos humanos e da visibilidade de todas as pessoas trans. De acordo com o regulamento, a equipe busca uma Miss comprometida com o reinado e que seja capaz de representar o gênero nos diversos espaços públicos.

Trabalhando como cabeleireira, Josiela também possui uma certificação da Delegacia Regional de Trabalho (DRT) como modelo, realizando desfiles, eventos e fotos para empresas da região, garantindo dessa forma, o contato com a moda.

Josiela ingressou no mundo das passarelas através de um teste da agência Passarela Brasil, onde ganhou uma bolsa de estudos para atuação e passarela na consagrada agência Casa Blanca, em Curitiba. Essa foi a porta de entrada para o concurso Miss Trans Santa Catarina 2017, que propiciou para a canoinhense o título de primeiro lugar.

Josiela trabalha como modelo para diversas lojas do município de Canoinhas. Na imagem, ela modela para uma tradicional loja de vestidos de noiva.

Instigada sobre como foi a sua aceitação para a transexualidade, Josiela afirma que desde criança já sabia o que era e como lidaria com o seu futuro. “A aceitação da minha família foi maravilhosa. Sou grata à Deus por ter ao meu lado pessoas públicas e políticas com uma mentalidade positiva para tudo e todos”, afirma.

A modelo também comenta que em muitos casos, algumas famílias usam da humilhação como forma de exclusão. “Eu sempre soube lidar muito bem com isso. Nunca faltei ao respeito com uma pessoa pois fui criada para retribuir qualquer tipo de preconceito com muito amor, paz e luz para quem me condena”, comenta.

Instigada sobre a intolerância presente na atualidade, Josiela afirma com determinação que o preconceito só atinge quem dá essa liberdade. “Quem se torna uma pessoa fraca de cabeça e espírito se deixa levar por piadinhas e olhares tortos. Eu simplesmente devolvo tudo com uma bela roupa, maquiagem e um cabelo impecável acompanhado de um sorriso no rosto que acaba calando qualquer tipo de preconceito!”

Sendo fortemente apoiada por seus patrões, Reinaldo Bockor e Raquel Bockor, a modelo afirma que eles são fundamentais para a sua vida. “Eles são pastores, e infelizmente sofrem preconceitos de outras igrejas por sempre estarem ao meu lado para tudo. Raquel e Reinaldo minhas honras são à vocês pelo exemplo maravilhoso de amor ao próximo.”

Josiela conta que fez a escolha por São Mateus do Sul para representar o estado pelas semelhanças que a cidade tem com Canoinhas. “Sinto estar representando a minha amada Canoinhas, pois São Mateus do Sul tem uma cultura muito parecida com a da minha cidade. Ambas cultivam o chimarrão e o pinhão como uma tradição. Esta é a cultura que faz parte e sempre fará de minha vida.”

Se você possui interesse em patrocinar Josiela, entre em contato no telefone (47) 98868-6185. “Eu sei que sou capaz de ser representante de todos vocês moradores da querida cidade de São Mateus Do Sul. Peço a colaboração e a torcida de todos para que esse título seja entregue ao município. Contem comigo para o que precisar!”, encerra.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
A história do Nhô João da Terra Vermelha
A originalidade da arquitetura são-mateuense – Parte VI
Encontro da Família Glinski e Staniszewski reúne gerações em almoço festivo em São Mateus do Sul