O novo delegado da 3ª Subdivisão Policial, André Luís de Oliveira Vilela, é natural de Uberaba, Minas Gerais. (Fotos: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

André Luís de Oliveira Vilela, de 52 anos, é o novo delegado da 3ª Subdivisão (SDP) Policial de São Mateus do Sul. A confirmação aconteceu em uma coletiva de imprensa na sexta-feira (25/01), em que o antigo delegado, Jonas Eduardo Peixoto do Amaral deixou o cargo no município e assumirá a 21ª SDP da cidade de Cianorte.

Natural de Uberaba, Minas Gerais, Vilela já atuou como concursado no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, trabalhando na área por 14 anos. “Nesse período fiz faculdade de direito e trabalhei na vara criminal, civil, execuções fiscais e ministério público. Comecei a prestar concursos para a Polícia Civil e tive a felicidade de começar a trabalhar no Paraná”, informa. O delegado já exerceu sua atividade em cidades do oeste e sul do estado, como a comarca de Palmas, Paranavaí e adjunto, chefe titular e pastorga da unidade em União da Vitória. O último local que atuava foi na região metropolitana de Maringá, onde comandava o quarto e quinto distrito policial.

Todas essas alterações nas delegacias aconteceram pela mudança administrativa da Polícia Civil. “A equipe responsável por essas transferências entendeu que eu poderia prestar um bom serviço em São Mateus do Sul. No início, o nosso propósito é avaliar toda situação da unidade, em termos de recursos humanos e a natureza dos crimes mais comuns na cidade, para depois apresentar um plano de gestão da divisão policial, podendo traçar objetivos a longo, médio e curto prazo”, explica.

Um dos objetivos de Vilela à frente da 3ª SDP é trabalhar de acordo com a metodologia da Divisão Policial do Interior (DPI), que faz o levantamento dos impactos dos crimes mais comuns da região, apresentando ideias preventivas consistentes de acordo com os recursos disponíveis e a realidade do município, sem ser utópico. A 3ª SDP contempla os municípios de São Mateus do Sul, Antonio Olinto e São João do Triunfo, e atualmente possui cerca de 52 presos – informações repassadas no dia 28 de janeiro.

Para melhorar a prestação de serviços, o delegado comenta que conta com o apoio de toda a comunidade, e agendará nos próximos dias entrevistas com representantes municipais, estaduais e empresariais de São Mateus do Sul, para conhecer de perto seus anseios e avaliações em relação à segurança pública.

Vilela também objetiva ações preventivas com a Polícia Militar, que trabalha lado a lado com a Civil. “Queremos identificar pontos de venda de produtos ilícitos no sentido de procurar a paz social no município”, informa. Segundo o que foi lhe repassado, o delegado informa que grande parte dos homicídios que aconteceram nos últimos três anos já foram elucidados, e que 1/3 do índice de criminalidade do município é ligado a violência doméstica. “Esse é um número bastante significativo. Vamos verificar como está funcionando o setor responsável na unidade, e naturalmente vamos visitar promotores e a Prefeitura Municipal para melhorar a prestação de serviço destinados a prevenção desses crimes”, informa.

Estudante de Jornalismo que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Triunfo S.A. será a empresa responsável pela pavimentação da PR-364
Expomate mais uma vez não será realizada em São Mateus do Sul
IG-Mathe participa da capacitação de gestores de Indicação Geográfica no estado do Paraná

Deixe seu comentário

*