Jornal de São Mateus do Sul (PR) e região

São Mateus do Sul vacinou mais da metade das crianças entre 1 e 5 anos contra a Poliomielite e o Sarampo

O Dia D realizado no sábado (18), colaborou com o aumento das vacinações e contou com rua do lazer organizada pelos Clubes Rotarianos da cidade para motivar pais e filhos. (Foto: Alexandre Müller/Gazeta Informativa)

A campanha de combate ao Sarampo, que iniciou no dia 6 de agosto e vai até o dia 31 desse mês, realizou o Dia D da vacinação de crianças entre 1 e 5 anos não completos, no sábado (18), em todos os postos de saúde de São Mateus do Sul. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foi um sucesso.

De acordo com o relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), nos quatro primeiros meses de 2018 foram registrados 79.329 casos confirmados de Sarampo no mundo. No Brasil foram 296 casos em Roraima, sendo 4 óbitos; 910 casos no Amazonas, sendo 2 óbitos; 2 casos no Pará; 1 caso em Rondônia; 1 em São Paulo; 14 no Rio de Janeiro; e 13 no Rio Grande do Sul.

Em relação à Poliomielite, ou paralisia infantil, trata-se de uma precaução, já que 312 cidades estão abaixo da meta preconizada para o controle da doença. Um caso foi registrado na Venezuela em junho. Não há, contudo, casos de paralisia infantil no Brasil. A campanha agregada ao Sarampo, também vacinou crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou da famosa “gotinha”.

Toda a equipe dos postos de saúde de São Mateus do Sul se empenharam durante todo o Dia D. Somente no Centro de Saúde de São Mateus do Sul, cerca de 250 crianças foram vacinadas. “Tivemos uma excelente média de vacinação no dia D em todos os Postos de Saúde da cidade”, relatou Vanessa Santos Andrade Hancz, Enfermeira responsável pelo setor de vigilância epidemiológica de São Mateus do Sul.

O Dia D contou com a presença dos dois clubes rotarianos de São Mateus do Sul, que elaboraram um panfleto que foi distribuído para cada aluno da rede municipal e privada de ensino do município, além de ser distribuído em ação realizada na Feira do Produtor no fim de semana anterior a data, visando a conscientização da comunidade. Neste último fim de semana, os grupos promoveram uma rua do lazer, com várias atrações, como brinquedos para as crianças e chimarrão aos pais.

De acordo com o presidente do Rotary São Mateus do Sul Xisto do Iguaçu, Roberto Gliese, o evento atendeu plenamente as expectativas. “O Rotary ajudou na divulgação do evento, fornecendo folhetos para as escolas mandarem com as crianças da faixa etária alvo da campanha para casa. Também colocamos brinquedos e fizemos pintura nos rostos das crianças que saiam do posto de vacinação”. Roberto acredita que isso ajudou muito a atrair o público para virem vacinar as suas crianças.

“Foram feitos 5.000 panfletos distribuídos. De uma forma geral os nossos objetivos foram alcançados, que era a conscientização da importância da vacinação”, relatou o presidente do Rotary Club São Mateus, Danilo de Almeida Waçosniki.

Segundo a SMS, 56,47% das crianças da faixa etária determinada já foram vacinas, mas ainda há muito a se trabalhar para alcançar a meta de 95%. “Por isso pedimos aos pais para que continuem trazendo seus filhos”, destaca a equipe.
É importante salientar que as crianças já vacinadas podem receber a vacina novamente, pois a campanha é indiscriminada. “As crianças podem ser vacinadas para que o sistema imunológico seja fortalecido. Crianças com mais de 5 anos e mesmo os adultos que já tenham recebido a vacina, não precisam receber nova dose”, relata Vanessa.

Até o fechamento desta edição, a SMS já conseguiu vacinar, 51,65% de crianças com 1 ano; 60,63% das crianças com 2 anos; 63,05% com 3 anos e 50,40 % das crianças com 4 anos. A equipe informa que no Paraná 55% da meta já foi alcançada, a nível nacional 52% das crianças entre 1 e 5 anos já foram vacinadas.

A equipe de vigilância epidemiológica enaltece que o Ministério da Saúde já alertou de que não haverá adiamento da campanha que vai até o dia 31 de agosto, por isso o trabalho será intensificado nos dias restantes e focado principalmente nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI’s), onde os profissionais da saúde farão uma busca nas crianças que ainda não foram vacinadas e notificar os pais para que levem seus filhos ao posto de saúde mais próximo de sua casa.

Vanessa enaltece que a parceria com os Rotarys do município foi de suma importância no evento do Dia D. “Chamou a atenção das crianças e dos pais que trouxeram seus filhos para receber a vacina e também aproveitaram para tomar um chimarrão e verem as crianças se divertindo. Agradecemos a parceria com os Rotarys que atuaram brilhantemente colaborando com a ação, e a imprensa que colabora dia a dia conosco na divulgação das campanhas.”

As ações de conscientização são realizadas em todas as instituições de ensino de São Mateus do Sul, sejam CMEI’s, escolas municipais e privadas. As equipes pedagógicas ganharam orientações e cada aluno recebeu em sua agenda o lembrete da necessidade da vacinação.

Os postos de saúde do município estão diariamente abertos de segunda a sexta-feira das 8h às 16h, sem fechar para o horário de almoço até o fim da campanha.

Compartilhe esta reportagem...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this page


Comentários: