Odontologia e Saúde Bucal - Valéria Kruchelski Huk

“Sapinho”: Você já ouviu falar?

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Essa alteração, popularmente conhecida como “sapinho” é ocasionada por um fungo chamado Candida albicans. O nome técnico dessa alteração é candidíase pseudomembranosa ou monilíase ela é geralmente ocorre em bebês ou crianças de pouca idade, mas isso não significa que não possa acometer adultos.

Essas alterações aparecem na forma de placas de aspecto cremoso com cor branco-perolada ou branco-amareladas. Se essas placas forem removidas elas darão lugar a uma região avermelhada podendo sangrar um pouco. No entanto, é aconselhável que essas placas não sejam removidas pra não agravar o quadro. Algumas mamães relatam que tem o aspecto de “um restinho de leite que não sai”. Essas placas podem ser encontradas no céu da boca, na gengiva, nas bochechas e língua.

Na maioria dos casos ela não apresenta sintomas, no entanto, em bebês e crianças muito pequenas podemos observar irritação, queixa de ardência, dor e até dificuldade pra se alimentar e falta de apetite.

Quais são as causas do sapinho? É importante saber que o fungo está presente no organismo das pessoas sem causar nenhum problema, no entanto, existem algumas condições que trazem o desequilíbrio para o organismo fazendo com que apareça o “sapinho” como, por exemplo, uma queda no sistema imunológico.

É importante que a gente sempre cuide com a higiene das mamadeiras, chupetas, mordedores além de sempre limpar a boca do bebê e cuidar com a escovação dos dentes das crianças, isso porque o fungo gosta de lugares úmidos e esses objetos favorecem a sua proliferação.
Caso você perceba alguma mudança é aconselhável levar a criança em um pediatra. Importante: não tente remover essas placas para não agravar ou sensibilizar a área e também não use receitas caseiras ou remédios sem indicação médica.

REFERÊNCIAS:
http://cascavel.cpd.ufsm.br/revistas/ojs2.2.2/index.php/revistasaude/article/view/6404/3883
http://www.scielo.br/pdf/jbpml/v41n1/a04v41n1.pdf

Últimos posts por Valéria Kruchelski Huk (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Medicamentos Fitoterápicos na Odontologia
Dente Natal e Dente Neonatal: o que são?
Cuidados na infância: A cárie de mamadeira