Geral

Sebrae/PR promove Roda de Chimarrão em São Mateus do Sul

Evento acontece na próxima quinta-feira, dia 21, na Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de São Mateus do Sul; objetivo é reunir documentos que comprovem a contribuição histórica do cultivo da erva-mate na região (Foto: Divulgação)

Evento acontece na próxima quinta-feira, dia 21, na Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de São Mateus do Sul; objetivo é reunir documentos que comprovem a contribuição histórica do cultivo da erva-mate na região (Foto: Divulgação)

Com o objetivo de resgatar a história da erva-mate em São Mateus do Sul e municípios vizinhos, o Sebrae/PR realiza nesta quinta-feira, dia 21 de maio, a Roda de Chimarrão, que acontece na sede da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de São Mateus do Sul (ACIASMS), a partir das 14 horas. O evento, realizado em parceria com o Sindicato da Indústria do Mate do Paraná (Sindimate), faz parte do Projeto de Indicação Geográfica (IG) da Erva-Mate da Região de São Mateus do Sul, que está sendo desenvolvido desde o ano passado pelo Sebrae/PR.

Fernando Pizani, consultor do Sebrae/PR (Foto: Divulgação)

Fernando Pizani, consultor do Sebrae/PR (Foto: Divulgação)

O consultor do Sebrae/PR, Fernando Pizani, frisa que o envolvimento da comunidade no Projeto é de extrema importância, já que os mesmos podem contribuir com documentos, fotos antigas, recortes de revistas e jornais, referentes à produção de erva-mate na região, que poderão ser anexados ao dossiê histórico, que está sendo elaborado pelo Sebrae/PR, e que será enviado ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), que é o responsável em conceder o registro de Indicação Geográfica.

“É importante a participação da comunidade para o regaste histórico da produção da erva-mate, pois precisamos comprovar junto ao INPI a notoriedade do produto erva-mate atrelado ao povo e à região”, reforça. A Casa da Memória de São Mateus do Sul, conforme ele, tem participação fundamental no processo, pois reuniu documentos, títulos e fotos importantes que comprovam a importância da erva-mate naquela região”, diz o consultor do Sebrae/PR.

Ainda segundo Fernando Pizani, o Projeto de Indicação Geográfica do Sebrae/PR já está mobilizando indústrias mateiras e produtores desde o ano passado, quando foi apresentada a proposta.  Com isso, já está em fase de formalização a Associação dos Amigos da Erva-Mate de São Mateus, com produtores e indústrias locais e da região. São Mateus do Sul é conhecido como a segundo maior produtor de erva-mate do Paraná e a região pela produção de erva-mate com sabor diferenciado.

“O registro de Indicação Geográfica traz diversos benefícios para os produtores e indústrias mateiras, pois facilita a presença do produto no mercado, dá mais acesso ao mercado com uma ação coletiva, o consumidor identifica mais facilmente o produto e a qualidade é melhor”, cita o consultor do Sebrae/PR. Além disso, o consumidor tem a consciência de que a região se especializou e tem capacidade de produzir algo diferenciado.

Também por meio do Projeto de Identificação Geográfica o Sebrae/PR começa a desenvolver, a partir do próximo mês, a ação de melhoramento da qualidade da erva-mate e da produção segura sem contaminantes em São Mateus do Sul e Região. “Estamos estruturando o processo e pretendemos implantar as ações de boas práticas brevemente”, finaliza Fernando.

Texto: Patrícia Biazeto/Assessoria Sebrae

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
COVID-19: Respostas às principais dúvidas da população
Inauguração da Sala do Empreendedor abre Semana do MEI em São Mateus do Sul
Professores da rede estadual manifestam contra governador do Paraná em sua vinda à São Mateus do Sul