(Imagem Ilustrativa)

A prece é, sem dúvida alguma, um recurso extraordinário ao nosso dispor, pois coloca-nos em sintonia direta com o criador, que permite-nos agradecer, louvar e rogar benefícios a nós mesmo ou a terceiros.

Porém, só devemos fazer uso da prece como último recurso, naqueles casos em que não podemos agir de outras formas, como no caso dessa pandemia, que nos restringe alguns atos, como visitas aos doentes para levar conforto e bom animo.

No entanto, quando temos plena liberdade e condições de agir, a prece deve ser sempre acompanhada da ação, pois é mais agradável a Deus, reunir recursos para distribuir alimentos, agasalhos e remédios, de que rezar pedindo para que ninguém passe fome, frio ou dores.

O criador ouve tuas preces, mas conta com tuas mãos para realizar o milagre da repartição justa, é uma oportunidade que ele te oferece para tua evolução espiritual.

E as oportunidades estão todas postas, só nos cabe saber aproveitá-las. Tem pessoas com fome, tem famílias com dificuldades, tem mães e filhos chorando perdas e tem o sistema de saúde implorando para que você não seja mais um a entrar na fila de espera de um leito.

Analise onde você pode colaborar, aproveite a oportunidade, faça aquilo que te cabe e depois no fim do dia, poderá agradecer a Deus com a sensação do dever cumprido, entendendo que a fé sem obras é morta.

Muita paz a todos, e até a próxima semana com a benção de Deus.

Oscar Okonoski
Últimos posts por Oscar Okonoski (exibir todos)

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS
Eurípedes Barsanulfo
É hora de voltar
Deus, complexo e simples ao mesmo tempo