Educação e Cultura

Tentativa de ocupação falha no Colégio Estadual São Mateus

Fotos: Divulgação

Foto: Divulgação

Na noite de quinta-feira (20), houve uma tentativa de ocupação ao Colégio Estadual São Mateus realizada por alunos que descumpriram os termos acordados entre as instancias colegiadas e os líderes do movimento na tarde do mesmo dia.

Líderes dos movimentos pró e contra a ocupação se reuniram com o Grêmio Estudantil e com a direção, na tarde de quinta. Na reunião foi decido que haveria uma assembleia para expor aos alunos do colégio as intenções de ambas as partes com a ressalva da ocupação não ocorrer antes disso. Também havia sido marcada uma reunião com o promotor (Dr. Almir) para às 8h de hoje.

Ao mesmo passo em que isso acontecia, o Grêmio Estudantil estava fazendo uma consulta com os alunos para que, como instância que representa os interesses dos alunos da instituição, pudesse se posicionar da forma mais democrática possível.

Por volta das 21h, alguns alunos e terceiros, contrariando o recomendado por seus organizadores, resolveram fazer a ocupação do colégio. Com isso instaurou-se um clima tenso e de incerteza no local. Em negociação com a direção, o movimento se retirou, porém, um pequeno grupo havia se indisposto a deixar o prédio. Esse fato acabou gerando certo tumulto entre os estudantes, os quais acionaram a Polícia Militar, que prontamente compareceu no colégio e garantiu a integridade física de ambas as partes. Nenhum aluno ou funcionário foi lesionado durante o ocorrido.

Enquanto tudo isso ocorria, o Grêmio contava a parcial da consulta – que foi interrompida pelo tumulto –, a qual aponta que a maioria dos alunos são contrários à ocupação da instituição.

REUNIÃO DESTA MANHÃ

A reunião desta manhã contou com a presença de estudantes pró e contra ocupação, com o promotor Dr. Almir, com a direção, APMF, Conselho Escolar, representante do NRE e pais de alunos. Com os ânimos mais calmos e com uma discussão produtiva, entrou-se no consenso da inviabilidade da ocupação do colégio e da união de forças entre todas as partes envolvidas para lutar contra a PEC 241, proposta pelo Governo Federal.

Um dos compromissos de cooperação entre as partes é buscar um canal de diálogo direto com a bancada paranaense dos deputados na Câmara Federal. Para tal, Grêmio, NRE e estudantes estarão se reunindo nos próximos dias para iniciar esse projeto de diálogo e exposições das opiniões sobre a proposta do governo.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Conheça mais sobre a Lei Aldir Blanc e o Cadastro Cultural de atividades
Colégio Duque de Caxias organiza II Semana de Literatura
São Mateus do Sul discute Plano Municipal de Educação em audiência pública