O Colégio Estadual está localizado na Vila Bom Jesus. Na imagem Terezinha Bueno. (Fotos: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

É com sentimento de dever cumprido que Terezinha do Rocio Machado de Lima Bueno, ex-diretora do Colégio Estadual Professora Zuleide Samways Portes, se aposenta do cargo após 18 anos de trabalho. O Colégio, localizado na Vila Bom Jesus, fica agora sob direção de Joseane Oroski, que atuava como professora de matemática.

“A paixão e gratidão por essa comunidade escolar significou um dos maiores tesouros da minha vida”, destaca Terezinha, que foi inspirada na área da educação pela mãe e irmã, seus eternos exemplos de vida e paixão profissional que dura cerca de 34 anos. “Tivemos a honra de encontrar e conhecer pessoas maravilhosas que foram bênçãos para a minha vida e para a escola”, destaca. Atualmente, o Colégio possui mais de 300 alunos no ensino fundamental e médio, e mais de 40 colaboradores entre professores, equipe administrativa e serventes.

Terezinha Bueno (à esquerda) atuou como diretora da instituição por 18 anos. Joseane Oroski (à direita) é atual diretora do Colégio Estadual Professora Zuleide Samways Portes.

Em todos esses anos à frente da instituição de ensino, Terezinha comenta que o relacionamento com a comunidade, pais, alunos e equipe foi importante para o desenvolvimento e as mudanças para todo o Colégio. “Quando assumimos a escola passamos por momentos difíceis. Primeiramente tínhamos a função de resgatar valores como dignidade e respeito na comunidade escolar”, expressa a ex-diretora. Com o passar dos anos, sua determinação pelas mudanças ganhou a confiança de todos que passaram a conhecer a ética de seu trabalho, envolvendo alunos em projetos e valorização ao conhecimento.

A primeira gestão de Terezinha foi de 2009-2012; a segunda de 2013-2015; e a terceira de 2016-2019. “Nesse tempo melhorias foram realizadas, porém temos a certeza que o maior patrimônio são as amizades construídas durante todo o percurso de gestora”, enfoca a profissional, que levará lembranças, orgulho e as boas energias fixadas em sua vida por ter compartilhado momentos com a instituição.

Com a aposentadoria, a são-mateuense procura dedicar um tempo para si e cuidar ainda mais de sua família, sua principal motivação. “Toda escola é composta por uma equipe onde todos são fundamentais para que ela se desenvolva de maneira produtiva!”. Terezinha gradece a colaboração daqueles que de forma ou outra ajudaram todo seu caminho na educação. “Até breve!”

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Pipoqueiro mais famoso do Brasil ministra palestra gratuita sobre empreendedorismo em São Mateus do Sul
Profissionais da Rede Municipal de Ensino de São Mateus do Sul se preparam para o início do ano letivo
Instituto Histórico e Geográfico do município participa de grupo interdisciplinar para assessorar prédio histórico em Santa Catarina