O auxílio emergencial, no valor de R$ 600,00 e que pode ser dobrado em caso de mulher chefe de família e sem companheiro, passou a ser pago nesta semana. Trabalhadores informais têm valores depositados diretamente nas suas contas na Caixa Econômica Federal (CEF) e no Banco do Brasil. O pagamento iniciou para pessoas que têm o Cadastro Único (CadÚnico), do Ministério da Cidadania.

De acordo com o governo, de 10 milhões a 18 milhões estariam nesse grupo. Demais trabalhadores têm de fazer seus cadastros em aplicativo da Caixa ou via internet, com a expectativa do crédito de valores estar na cota em 48 horas. Nele, as pessoas respondiam um questionário rápido, como número do CPF, idade e citavam se já recebem algum benefício. A CEF informou que vai abrir conta poupança.

O próprio aplicativo no celular verifica se a pessoa detém todos os requisitos para solicitar o auxílio emergencial. Este registro, somente, deve ser feito por aqueles que estão de acordo com a norma de concessão estabelecida e que não estão cadastrados no CadÚnico e nem são beneficiários do Bolsa Família. Para ambos o pagamento é automático, nas contas já registradas junto ao governo federal.

Para pessoas que já são beneficiárias do programa Bolsa Família, o pagamento inicia a partir do dia 16 de abril, tendo o beneficiário a possibilidade de escolher o que fica mais vantajoso, a bolsa ou o benefício emergencial. São R$ 600,00 para autônomos, informais e microempreendedores individuais (MEIs), durante a crise do coronavírus. O valor será pago por três meses, mas poderá ser prorrogado.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 38 milhões de pessoas podem estar nestas condições, o que equivale a 40,6% da força de trabalho em atividade no País. Se for mulher chefe de família e sem companheiro, o benefício é dobrado, ou seja, R$ 1.200,00. Grande parte necessita fazer o cadastro pelo aplicativo ou site da CEF e pode precisar de auxílio.

Apoio das prefeituras

Tendo em vista que as pessoas necessitam de ajuda, até para fazer o cadastro no site, visando receber este benefício e que muitos deles sequem tem um telefone com acesso à internet para fazer via aplicativo, as prefeituras auxiliam. Várias administrações anunciaram apoio aos interessados, caso de Canoinhas na região. Da mesma forma São João do Triunfo. São Mateus do Sul não se pronunciou, ainda.

Em resposta ao contato, buscando apurar os fatos e saber das medidas tomadas pelo município, a prefeitura de São João do Triunfo informou que por meio das secretarias municipais de Assistência Social e de Agricultura “está promovendo algumas ações com a finalidade de auxiliar os munícipes com o cadastro ao programa do Auxílio Emergencial do Governo Federal”.

“Foram publicadas informações referentes ao Auxílio Emergencial no site da prefeitura ( http://www.sjtriunfo.pr.gov.br/index.php?sessao=b054603368vfb0&id=1408270), orientando sobre como solicitar o benefício; do que ele se trata; de quem pode utilizar este serviço; quem não poderá receber; como proceder quem não possui Cadastro Único; etapas para realização do serviço e canais de prestação disponibilizados pelo Governo Federal”, esclarece a prefeitura por meio da assessoria de comunicação.

“Em relação àqueles que não possuem acesso à internet ou que encontrem dificuldades no cadastro junto ao aplicativo e site, as secretarias municipais de Assistência Social e de Agricultura estão disponibilizando auxílio remoto através dos contatos telefônicos: (42) 3447-1723 (Assistência Social), 3447-1790 (CRAS) 3447-1558 (CREAS) e WhatsApp: 99983-8308, 99929-9076, 99806-3914, 99915-6444”, cita.

A prefeitura salienta, ainda, que presta o auxílio presencial junto às próprias secretarias, Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). Contudo alerta para que a população evite aglomeração nestes locais e pede por obediência às medidas preventivas para evitar a contaminação e proliferação do novo Coronavírus.

A assessoria acrescenta que estas informações estão sendo divulgadas no site oficial do município, por veiculações nas demais mídias e redes sociais. Além da produção de cards, vídeos e informativos. Tudo isso, em apoio às pessoas que carecem de ajuda neste momento delicado de combate ao Covid-19. Para tanto, basta buscar um destes serviços de apoio disponibilizados.

Em vídeo, repassado pela prefeitura de São Mateus do Sul, a secretária de Assistência Social, Maria de Lourdes Diedrichs, informou que as pessoas que necessitarem de ajuda poderão se dirigir até o Centro da Juventude, entre os dias 9 e 17 de abril, das 8h às 12h e das 13h às 17h, onde uma força tarefa irá auxiliar quem necessitar.

Respeitando todas as determinações de proteção à saúde, e para evitar o contágio com o Covid-19, descritas em decretos municipais e das demais esferas. Dúvidas e esclarecimentos, entrar em contato nos telefones: (42) 3912-7085 ou 3912-7086.

Sidnei Muran

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Confraria Beta realiza a 14ª Caça ao Tesouro em São Mateus do Sul
Paralisação dos caminhoneiros encerra em São Mateus do Sul após 9 dias de bloqueio
Já está disponível o aplicativo do SUS para saber quando se vacinar