Junto ao Colégio menor distância para atravessar a rua. (Fotos: Hugo Lopes Júnior/Gazeta Informativa)

Em São Mateus do Sul diversas ruas estão recebendo capeamento asfáltico e, na João Gabriel Martins, uma novidade tem chamado a atenção: o chamado avanço físico de calçada, que é o prolongamento da calçada sobre a faixa de pedestre e sobre a pista destinada à circulação dos veículos, a fim de oferecer mais espaço aos pedestres para travessia de ruas, encurtando o espaço em que fica exposto durante a travessia. A mesma solução que foi utilizada na Ulisses Faria e começa a ganhar outras ruas.

As esquinas são locais onde acontece ou deveria acontecer a espera para a travessia e é um dos locais onde mais ocorre acidente com os pedestres. O novo modelo, que garante a visibilidade para o motorista, consiste no redesenho das esquinas, ampliando a calçada para cima das faixas de pedestres e, além da segurança, também reduz as áreas de asfalto, reduzindo custos e auxiliando no trânsito ao ordenar o estacionamento, evitando que os veículos fiquem sobre as faixas de segurança.

Pedestre ficará protegido na esquina ao atravessar.

Distância ao cruzar a rua diminui aproximadamente 4 metros.

Esse modelo implementado com a extensão da calçada, também diminuiu a velocidade de conversão dos veículos e, em determinados casos, também deverá restringir a circulação de caminhões de grande porte em determinadas áreas da cidade.

Esse artifício urbano aplicado pela Prefeitura Municipal, aliado a calçadas com boas condições, melhora o fluxo de pessoas, permite maior conforto e segurança aos pedestres e, em consequência disso, o comércio fica mais valorizado. Em ruas e avenidas onde o passeio ou calçadas têm largura menores, os avanços das calçadas nas esquinas se torna ainda mais útil, reduzindo o número de pedestres no fluxo de trânsito, visto que em determinados locais de nossa cidade os pedestres precisam disputar espaço com lixeiras, placas de trânsito e cavaletes de propagandas.

Parklet em San Francisco com múltiplos usos. (Imagem Ilustrativa)

Esquema mostrando a visibilidade dos veículos e pedestres. (Imagem Ilustrativa)

Esse é um modelo que está sendo implementado em nosso município e também em diversas cidades europeias, que estão dando novos caminhos à mobilidade urbana, privilegiando o caminhar, fazendo com que a população novamente se aproprie das cidades, sobretudo nos centros urbanos. São melhorias nos passeios, na segurança do trânsito, criação de mais praças ou a remodelação de praças onde as pessoas permaneçam por mais tempo, incentivando inclusive a arborização e trazendo belas melhorias na iluminação, procurando sempre atrair o pedestre novamente para circular, seguindo uma tendência mundial de devolver a cidade à população e não mais privilegiando os carros, mas sim as pessoas e bicicletas. O Colégio Duque de Caxias será beneficiado com essa modificação, pois duas esquinas já têm esse novo desenho, gerando uma maior segurança aos alunos.

Essa modificação realizada na Rua João Gabriel Martins, com o avanço das calçadas sobre as faixas de pedestres, é um dos projetos que estão sendo utilizados nas cidades com planejamento urbano e faz parte do chamado “Traffic Calming” (ou chamado “Trânsito Calmo”). São soluções que favorecem as pessoas e o meio ambiente, com o objetivo de melhora da qualidade do espaço público e da vida dos habitantes. Em Curitiba, há uma área central onde a velocidade máxima dos veículos é de 40 km/h, também tendo os chamados parklets. Esses elementos ocupam parte das vagas dos carros nas ruas com pequenos jardinetes ou outras composições, evitando o uso da calçada que atrapalhe o fluxo, dando mais espaço e importância para as pessoas. Uma solução também interessante para locais onde as calçadas são estreitas e, assim, criam ambientes de permanência mais prolongados para as pessoas, como é o caso atual da Avenida Ozy Mendonça de Lima e outras tantas em diversas cidades que privilegiam os carros. No caso da nossa avenida principal, em breve terá uma remodelação.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Workshop apresenta receita com potencial para se tornar prato típico de São Mateus do Sul
Sorte de Quem Compra Aqui: distribuição dos cupons inicia nesta semana
São Mateus do Sul está entre os 104 município que receberão verbas no programa Paraná Mais Cidades