Maurício destacou a perseverança e a força de vontade que envolvem o processo de profissionalização dentro do mundo futebolístico, uma carreira onde existe ampla concorrência e um número limitado de oportunidades.
(Fotos: Divulgação/Arquivo pessoal)

A carreira dentro do mundo esportivo é bastante desafiadora em vários aspectos. Perseverar e superar desafios físicos e mentais, diariamente, são premissas básicas para todos aqueles que almejam trilhar uma trajetória de sucesso dentro da área. Tendo em vista este cenário, a redação da Gazeta Informativa está buscando contar histórias de pessoas oriundas de nossa região, cujo sucesso alcançado dentro da profissão neste meio, servem de exemplo para toda a juventude. A ideia também é abordar histórias onde o esporte se encaixa como um hobby. Assim, inicia nesta edição a nova série de matérias “Vivendo o Esporte”.

O futebol é considerado uma das paixões do povo brasileiro. É notório o fato de que grande parte das crianças um dia já sonhou em se tornar um jogador ou uma jogadora de futebol profissional. Apesar disso, poucos são aqueles que obtêm sucesso nesta jornada, chegando a atuar em clubes do primeiro escalão no Brasil. A trajetória de Maurício Kozlinski, natural de Antônio Olinto, já é um modelo de sucesso e orgulho para nossa região.

ANÚNCIO

Envolvimento com o futebol

Filho de Nicolau Kozlinski e Luci Kudla Kozlinski, os primeiros contatos de Maurício com o futebol, cidadão antônio-olintense, se deram ainda na infância. “Comecei desde cedo brincando, jogando futebol com os amigos. Meu pai foi goleiro amador, então sempre brincávamos com ele no quintal de casa. Comecei atuando no futebol amador na cidade de Antonio Olinto e, posteriormente, fui até Curitiba, onde joguei em um time de empresários. O próximo passo foi junto ao juvenil e aos juniores do Irati, onde fiquei por 3 anos entre a base e o profissional”, comentou o goleiro.

Esporte profissional

Maurício também recordou sobre o processo que envolveu sua profissionalização dentro do futebol. “Após participar de um ‘peneirão’ para tentar jogar no Coritiba, um grupo de empresários que estava presente acabou me convidando para atuar junto ao Astral, uma equipe da capital paranaense. Lá passei 1 ano. Depois desse período, retornei para Antônio Olinto e fiz o teste no Irati, iniciando minha carreira profissional dentro do esporte”, lembrou ele.

No ano de 2022, Maurício irá defender as cores do Guarani de Campinas, equipe pela qual terá a oportunidade de disputar o maior campeonato estadual e nosso futebol, em São Paulo.

Desafios

A profissionalização dentro dos esportes no Brasil exige bastante daqueles que sonham em percorrer este caminho. “No começo, tudo é muito difícil. Passei por clubes em que a estrutura era bem precária e me lembro de muitas vezes pensar em voltar para casa, para ficar perto dos meus pais. Depois da profissionalização também passei por momentos onde fiquei desempregado, o que me fez pensar em iniciar outra carreira. Graças a Deus, consegui perseverar e tudo começou a dar certo”, revelou Maurício.

Conquistas

Bastante agradecido, o goleiro comentou sobre suas principais conquistas já alcançadas atuando profissionalmente. “A primeira de todas foi me tornar um jogador profissional, pois quem vive dentro do futebol sabe a dificuldade para que isso se concretize. Para se chegar lá, são muitos fatores, além da qualidade. Em se tratando de conquistas coletivas, fui duas vezes campeão goiano, conquistei o acesso da Série B para a Série A do futebol brasileiro por três vezes e realizei o sonho de jogar nos principais estádios na elite do esporte. Estou trabalhando para poder realizar mais sonhos que ainda tenho”, explicou ele.

O cidadão antônio-olintense, Maurício Kozlinski, está trilhando uma carreira profissional bastante vitoriosa dentro do esporte, sendo um dos troféus mais importantes o título do Campeonato Goiano, atuando pelo Atlético Goianiense, clube da 1ª divisão do futebol brasileiro.

Apoio da família

Segundo Maurício, o apoio da esposa e do filho tem sido bastante importantes no prosseguimento da carreira. “Passamos bastante tempo concentrados em hotéis. Minha esposa e meu filho tem me acompanhado por onde vou e isso é muito importante no meu dia-a-dia. Nas transmissões dos jogos, sou chamado de Kozlinski, carregando o nome de minha família pelo Brasil todo. Atualmente, me transferi do Atlético Goianiense, onde atuei, para o Guarani de Campinas. Terei a oportunidade de jogar o maior e mais disputado campeonato estadual do país. Vou procurar fazer um bom trabalho aqui. Meu contrato é até o final do ano e a expectativa é ajudar o clube a alcançar os seus objetivos”, disse o goleiro.

O goleiro se orgulha bastante de sua família e de suas origens e é chamado de Kozlinski nas transmissões, carregando o sobrenome ao longo de todo o Brasil.

Mensagem aos jovens

O goleiro finalizou fazendo uma fala dedicada à juventude. “Sabemos que nossa região ainda carece de melhor estrutura, fazendo com que seja preciso sair para buscar melhores condições. O que eu posso dizer é que batalhem e trabalhem bastante, abrindo mão e abdicando do que for preciso para poder conquistar o sonho de se tornar jogador. Se você tem esse sonho, é preciso perseverar, tendo muita disciplina e muito foco. O futebol é muito profissional, o que não permite deslizes por parte dos atletas. Uma boa índole e um bom caráter também são fundamentais”, finalizou ele.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Atrasos, mudança de projeto e aumento de custo: Estádio interditado!
Jovens são-mateuenses embarcam para o Japão para disputarem torneio de futebol
Jovens atletas são-mateuenses disputam Taça Paraná de Basquete