Artigo de Opinião

Você pode até estar calado, mas seu corpo continua falando

(Imagem Ilustrativa)

Há duas semanas eu e meus colegas da faculdade estamos aprendendo técnicas de observação. Não é apenas observar o fato como um todo, mas sim os pequenos detalhes que fazem toda a diferença na hora de uma narração. Junto disso, aprendi a compreender um pouco mais o comportamento de algumas pessoas, e dessa forma, entender gestos de emoções como nervosismo, irritabilidade e alegria.

Quando estamos frente a frente com algum acontecimento em nossa vida, de forma involuntária, nos expressamos através do gestos. É ombros curvados, pernas balançando, mãos inquietas e maneiras de olhar para o lado para tentar fugir da situação. Não percebemos, mas fazemos isso diariamente em praticamente todos os momentos.

Segundo especialistas, a linguagem corporal constitui o conjunto de todas as expressões e comportamentos do corpo. Ela agrupa as mensagens que você transmite além daquilo que é dito em palavras. Há comprovações que cerca de 65% de toda comunicação humana é feita através de gestos, e o nosso corpo fala mais do que quando nos comunicamos com palavras. É tão bacana entender esses gestos que vou listar alguns deles para vocês:

Morder os lábios: especialistas afirmam que morder e mastigar os lábios indicam medo e ansiedade. Quase sempre o gesto é manifestado quando a pessoa está insegura, desconfortável ou preocupada com determinada situação.

Cruzar braços e pernas: ao cruzar braços e pernas, a pessoa comunica que está emocional, física e mentalmente bloqueada em relação ao que ela está presenciando. É uma forma de o corpo impor uma barreira e se fechar frente àquilo que o outro está falando. Por não ser intencional, essa atitude é bastante reveladora.

Sorrir e isso causar rugas ao redor dos olhos: um sorriso verdadeiro é aquele que envolve não somente a boca, mas também as maçãs do rosto, as orelhas e cria rugas ao redor dos olhos. Portanto, quando ele só incluir os lábios, isso pode indicar um ato não genuíno para esconder o que, realmente, a pessoa está sentindo. Quer descobrir a sinceridade de um sorriso? Então, procure as ruguinhas na região dos olhos.

Imitar a linguagem corporal: copiar, inconscientemente, os movimentos do companheiro de diálogo é um bom sinal. Significa que um vínculo foi criado e há receptividade em relação à mensagem passada.

Postura ereta: postura ereta, gestos feitos com a palma da mão para baixo associados a movimentos abertos e expansivos demonstram autoridade. A explicação é que o cérebro cria uma relação entre o poder e o espaço que as pessoas ocupam.

Arquear as sobrancelhas: levantar as sobrancelhas pode significar três coisas: surpresa, preocupação ou medo. Quando o gesto aparece em situações que não remetem a esses sentimentos, certamente, há algo mais ocupando os pensamentos de quem o faz.

Estalar os dedos: esse gesto está associado aos sentimentos de agressividade, impaciência, ansiedade e frustração.

Cerrar o maxilar: o maxilar cerrado, bem como uma das sobrancelhas arqueadas, aparece em situações de estresse intenso. Esse indicativo de grande desconforto pode estar relacionado tanto ao assunto tratado quanto a outras questões que direcionariam a revisita dos pensamentos.

Mexer nos cabelos: timidez, insegurança e hesitação costumam motivar as pessoas a mexerem no cabelo excessivamente.

Piscar muito os olhos: em média, piscamos os olhos na frequência de seis a dez vezes por minuto. Esse número pode aumentar quando desenvolvemos emoções e sentimentos positivos em relação a alguém.

Coçar o nariz: esse é um dos sinais mais populares da mentira. Enquanto discursam inverdades, é comum que as pessoas cocem o nariz por repetidas vezes.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Ô mãe, eu tô na Globo!
MEMES, MEMES E MEMES
Queria ainda pensar como criança