(Imagem Ilustrativa)

Chuvas abaixo da média; volume de chuvas não é o esperado; pior estiagem das últimas décadas… Esse, sem dúvida, é um dos assuntos mais comentados nos últimos meses. A crise hídrica que vivemos no Estado vem afetando não apenas o consumo das famílias, mas também, a produção agropecuária das famílias agricultoras.

A falta de água tem dois aspectos principais: um é o aspecto climático e o outro diz respeito à demanda e o uso excessivo desse recurso. Em termos de clima, como temos percebido, temos um ano atípico, mais seco, com pouca chuva, conseqüentemente, não temos água suficientemente disponível. Por outro lado, o crescimento da demanda sofre um ritmo acelerado, tanto no aspecto do consumo humano, quanto no aspecto produtivo, seja na agropecuária ou na indústria. Quando temos chuvas mais espaçadas e menos torrenciais, ela pode ser absorvida pelo solo e entrar no sistema subterrâneo, ficando a nossa disponibilidade para consumo e usos diversos.

Infelizmente, a crise hídrica sempre é subestimada. Por muito tempo, ouvimos e reproduzimos que a Terra é o planeta água. Só se esquecem de nos informar que boa parte desta água está indisponível para consumo. Consumimos, por vezes, de forma irracional, e desperdiçando até mesmo na distribuição. Sabemos que a resposta a crise hídrica é de interesse global, mas as ações, em termos da nossa região, prioritariamente, começam pelo local. Ações como proteção da mata ciliar e floresta nativa, redução do desmatamento, reflorestamento, proteção de nascentes, conscientização sobre o uso racional no consumo e nas atividades agropecuárias, sem dúvida, são frentes extremamente necessárias no combate a escassez hídrica.

Pensando nisso, o projeto – Plantando Educação e Pescando Agroecologia – da Casa Familiar Rural, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – IAPAR-EMATER, de São Mateus do Sul, promovem o Workshop – Realidades e desafios em tempos de escassez hídrica, que será realizado virtualmente, através de plataforma digital, e aberto a todos/as os/as interessados/as.

Data: 22 de outubro de 2020

Horário: das 13h30 às 16h

Inscrições pelo link: encurtador.com.br/kzFH8

Informações:

Professora Gisela – (42) 98844-0484
Tony (IDR-Paraná) – (42) 99922-2433

Por RDX FM

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Avançam estudos técnicos para arborização urbana em São Mateus do Sul
Relatório mostra que chuvas ainda são insuficientes para a agricultura
Macacos estão sendo extintos por febre amarela em São Mateus do Sul